Escolha uma Página

Em SWEET TOOTH, série original da Netflix, o jovem cervo híbrido, GUS surpreende muitos homens com sua capacidade de falar. Tal ação, não é muito comum em outros híbridos, mas por que outros híbridos não podem falar?

No final da 1ª temporada, é revelado que as origens de Gus são ligeiramente diferentes do resto das crianças híbridas, além dele ser mais velho que o restante dos híbridos existentes. Isso se dá pois ele é o primeiro!

A variedade de híbridos recolhidos por Aimee Eden no zoológico também demonstra que essas crianças especiais têm variações de características animais e humanas. Alguns, como Wendy, têm apenas algumas características animais, como orelhas e nariz o que a deixa mais humana, então ela também consegue falar, afinal foi ensinada por Aimee. Depois, há Bobby, que é quase que totalmente uma marmota, mas tem algumas características humanas. Curiosamente, apesar de ter uma aparência quase animal, Bobby também pode falar – embora com limitações.

Com isso então, é intuitivo ver que o Gus NÃO É O ÚNICO híbrido que pode falar… Mas, se ele não é o único híbrido que pode falar, por que a maioria das pessoas nunca conheceu um híbrido que fale?

Existem possibilidades, a principal é que talvez muitos nunca tenham conhecido algum híbrido, já que grande parte da população humana foi dizimada e os que sobraram passaram a caçar/odiar estes indivíduos; não os dando oportunidades de dialogar.

Outra explicação para estes híbridos que não podem falar, é o fato de que muitos deles ficaram órfãos e nunca foram socializados por pais humanos ou ensinados a falar, como Gus foi.

No elenco: Christian Convery (Gus), Nonso Anozie (Tommy Jepperd), Adeel Akhtar (Dr. Aditya Singh), Aliza Vellani (Rani Singh), Stefania LaVie Owen (Bear), Dania Ramirez (Aimee Eden), Neil Sandilands (General Abbot), com Will Forte (Father) e James Brolin (narrador).

Há dez anos, “O Grande Esfacelamento” causou estragos no mundo e levou ao misterioso surgimento de híbridos: bebês nascidos parte humanos, parte animais. Sem saber se os híbridos são a causa ou o resultado do vírus, muitos humanos os temem e caçam. Após uma década vivendo com segurança em sua casa isolada na floresta, Gus (Christian Convery), um menino-cervo acolhido, inesperadamente faz amizade com um viajante solitário chamado Jepperd (Nonso Anozie). Juntos, eles partem em uma aventura extraordinária pelas ruínas da América em busca de respostas: sobre as origens de Gus, o passado de Jepperd e o verdadeiro significado de um lar. Mas sua história é cheia de aliados e inimigos inesperados, e Gus logo aprende que o mundo exuberante e perigoso além da floresta é mais complexo do que ele imaginava.

SWEET TOOTH já está disponível na Netflix.