YAY! Chegou hoje na Netflix, SWEET TOOTH, série que adapta os quadrinhos de mesmo nome da DC, escritos por Jeff Lemire. A história é ousada, esteticamente impecável, e incrivelmente envolvente.

A produção promete ser a nova coqueluche do streaming e pensando nisso, decidimos listar aqui 5 motivos para você começar a assistir, agora:

1 – É UMA HISTÓRIA MUITO SIMPLES DE ENTENDER

O protagonista de Sweet Tooth é o Gus, um menino que pertence a uma geração dos chamados híbridos. Gus tem chifres, mas outros personagens nasceram com asas, pelo ou até mesmo focinhos ou bicos.

“Gus é um menino híbrido muito curioso e inocente, que é parte cervo e parte humano… Ele está muito isolado, porque esteve com seu pai na floresta toda a sua vida e nunca viu outro humano. Gus é muito esperançoso, positivo e está sempre procurando o melhor em qualquer situação.” – explica o ator Christian Convery, de 11 anos em entrevista.

Os híbridos surgiram depois que um vírus mortal espalhou o caos por todo o mundo. Eles são caçados e temidos pela maioria dos humanos porque não se sabe se a nova espécie foi a causa ou o resultado de um vírus global, razão pela qual Gus vive com seu pai na floresta – longe dos perigos da civilização.

No início do drama, vemos Gus quase capturado por caçadores híbridos, antes de sua vida ser salva por Jepperd, um homem grande e intimidador interpretado pelo ator britânico Nonso Anozie. Juntos, Gus e Japperd embarcam em uma jornada de descoberta.

2. A CRÍTICAS SÃO MUITO POSITIVAS

“Alternando apropriadamente entre doçura e agressividade, Sweet Tooth é uma fábula infantil adequada para adultos”, escreveu Ian Freer do Empire. 

“Sweet Tooth é o novo programa pelo qual se apaixonar… Ele tem algo para todos e achamos que tem o potencial de irromper de maneiras que apenas alguns programas selecionados em streaming conseguem.” –  escreveu Germain Lussier do Gizmodo.

3. MESMO COM A MUDANÇA DE TOM, MANTEVE A ESSÊNCIA

Susan Downey explicou em entrevista, que essa mudança de tom foi deliberada, e que os produtores a fizeram para ajudar o programa a ser mais acessível.

“Há temas tão lindos com os quais Jeff Lemire brincou no livro, então queríamos ter certeza de que preservávamos isso, mas também queríamos dinamizar e ter certeza de que era feito de uma forma mais palatável”, diz ela.

4. ROBERT DOWNEY JR. ATUA COMO PRODUTOR EXECUTIVO

A adaptação de Sweet Tooth foi desenvolvida pela Team Downey – a produtora criada pela estrela do Iron Man Robert Downey Jr e sua esposa Susan Downey.

5. LOCAL DAS FILMAGENS

O primeiro episódio do show foi filmado mais de um ano antes do resto da série – época em que o show mudou da Hulu, que havia encomendado o piloto, para a Netflix, que pegou a série completa.

“Fizemos o primeiro episódio na Nova Zelândia”, explica Susan Downey. “E nós realmente pensamos que poderíamos filmar o resto da série em outro lugar. Mas todos se apaixonaram por filmar lá… Há uma qualidade exagerada no universo que construímos, mas isso também é válido para a Nova Zelândia. Tudo é um pouco mais brilhante e maior do que você esperaria, tinha tudo de que precisávamos.”

Pode ser precoce dizer que estamos de frente com o próximo fenômeno da Netflix; mas a produção tem TUDO que ansiamos ver: carisma, um mistério sombrio, e uma contação de história que nos prende. Mesclando cenas de carinho, esperança, com momentos de medo e terror; Sweet Tooth, nos entrega uma lição sólida sobre as consequências das ações humanas no mundo.

SWEET TOOTH já está disponível na NETFLIX.