Escolha uma Página

Com episódios semanais na Netflix, a segunda temporada de Expresso do Amanhã, mostra o retorno de Wilford, e a sua tentativa de retomada de poder, agora que o Big Alice e o Snowpiercer precisam conviver como um único organismo.

O oitavo episódio começa com a narração de Roche, -E o episódio é praticamente todo focado nele, e em sua relação com Layton e sua família- que ainda acredita que Layton é o melhor para o Snowpiercer. Roche analisa a eminente queda do governo e conclui assertivamente que ali, todos vivem e se impulsionam de acordo com o medo. Tudo isso, enquanto os líderes se movimentam para “sepultar” os corpos dos engenheiros. Quando os corpos despencam do trem e se espatifam no gela, fica claro para nós. O fim está próximo.

É uma metáfora não só para o final da temporada em si, que muito possivelmente acontecerá na próxima semana com dois episódios simultâneos, mas o fim para aqueles que estão ali nos snowpiercer também.

Neste que se intitula “O engenheiro eterno”, tudo é muito visceral e contemplativo na mesma medida. Começamos com Till, comunicando o ocorrido com o pastor, enquanto o único remanescente dos engenheiros, permanece incrédulo, afinal como Wilford seria capaz de mandar matar àqueles que sempre o foram tão leais?!

No Big Alice, vemos que Wilford tem um grande plano, e ele começou com um possível sacrifício de Bob de Gelo, ao sabotar o sistema de captação de água do Snowpiercer, causando um alagamento; e é neste momento, quando Boscovic, o único engenheiro, vai na área externa da locomotiva, que ele percebe que sim, isso seria um boicote de Wilford.

Mas esse seria somente o começo de algo maior que estaria por vir. Sabemos que Wilford já tem Audrey ao seu lado, e agora parece conquistar também Josie, entregando a liberdade e a cura, através de uma conversa carregada de metáforas sobre ilusão e dor. Contudo, a ficha parece cair quando vê Bob chegando extremamente debilitado após ordens do Wilford, e mais ainda, ao perceber que é “imune” ao frio intenso do exterior do trem.

Outro problema ainda maior surge no Snowpiercer, uma peça precisa ser trocada, e o único que a detém é Wilford. Com a locomotiva extremamente dividida, tê-lo a bordo, era um risco, que Layton precisava correr para salvar todos.

A Manobra de Wilford foi fria e calculada, ele sabia que aquele movimentação no tabuleiro colocaria Layton em Xeque, e foi o que aconteceu de fato. O se segue é uma sequência tensa, mas também fascinante pela forma como mostra Wilford, e a reação de Layton quando ele percebe que não se trata apenas de um psicopata comum, mas de um homem muito inteligente e calculista. Como Wilford sempre o lembra, Layton não é engenheiro. Ele não entende como o trem funciona. Como, então, ele pode liderar? Naquele momento Layton entende que perdeu o Snowpiercer.

“O Engenheiro Eterno” para mim, foi um dos episódios mais triste até o momento, não somente por entregar momentos, realmente mórbidos, mas por nos transportar diretamente para nossa realidade. é triste demais ver, pessoas que lutam pelo bem, perdendo. Mas, mais ainda perdendo para outros que sabemos que serão piores demais.

A forma que tais líderes, ou os que se acham como tais, manipulam as pessoas, em prol de si mesmos é surreal, e mais ainda, como nos chegamos para isso.

Roche, neste episódio personifica o indivíduo que acredita que a mudança pode acontecer para melhor, mesmo sabendo que é impossível, que a maré o vai engolir, e é triste ver isso, porque é real, e todos nós vivemos isso dia após dia, sobrevivendo…

Snowpiercer é uma série de ficção uma distopia, mas consegue se assemelhar com os dias atuais de tantas formas, basta captar as nuances.

Enfim, o oitavo episódio termina com Layton sendo levado para Big Alice algemado, com a vaga promessa de que será bem tratado. Roche promete a ele que fará o que puder pelos fundistas, ​​mas quando ele diz para se reportar a Wilford, ele é levado para os cientistas que mostram toda sua família nas gavetas, e o mesmo acontecerá a ele, ou seja a esperança dada a Layton, será uma mera ilusão. Ben é forçado a ceder sua posição, enquanto assume a locomotiva.

Será que tudo não passou de um plano, para fazer Melanie passar pelo que ele passou? É o que possivelmente veremos nos capítulos finais.

A primeira temporada de Expresso do Amanhã está disponível na Netflix. A 2ª temporada estreia dia 26 na Netflix, com episódios semanais.

LEIA MAIS SOBRE SÉRIES