Sinopse

James Watson e Charlotte Holmes estão buscando férias sossegadas depois dos últimos acontecimentos que quase os mataram. Mas Charlotte não é a única Holmes que guarda segredos, e o clima na casa da família em Sussex está palpavelmente tenso. Mais importante do que isso, Holmes e Watson poderiam se tornar mais do que amigos, mas o passado sombrio dela ainda é uma barreira entre os dois.

Uma distração logo surge, porque Leander, o tio querido de Charlotte, desaparece da casa da família – depois de ser muito misterioso em relação a sua nova missão na Alemanha, que envolve falsificadores de arte. Charlotte agora está determinada a encontrá-lo. A primeira parada deles? Berlim. Seu primeiro contato? August Moriarty. Mas quando entram na cena underground de Berlim e no luxo das galerias de arte em Praga, Holmes e Watson começam a perceber que as coisas são mais do que parecem.

O Livro

As aventuras de Charlotte Holmes e James Watson continuam. Em O Desgosto de August, os dois protagonistas retomam exatamente de onde Um Estudo em Charlotte nos deixou, ainda lidando com as consequeências dos atos de Lucien. Mas enquanto o primeiro livro nos trouxe uma trama dinâmica e divertida, a continuação não foi tão boa e deixa muito a desejar.

Brittany Cavallaro procura nos mostrar inúmeras tramas paralelas ao plot principal e aí está o problema. O resultado reflete uma história confusa e que não sabemos exatamente em que pé está.

Leander sumiu e Charlotte precisa encontrar o tio. Ela conta com a ajuda de James e de um antigo namorado do passado. Os fãs de Sherlock não vão gostar de saber que Holmes começa a trabalhar com August Moriarty. O livro cria várias teorias ao mesmo tempo e joga para o público uma série de informações de uma vez. Muito acontece e pouco é explicado, além de não fazer sentido.

Os personagens

Não podemos esquecer o plot principal da série de Cavallaro. Ela busca trazer uma pegada adolescente para um dos maiores contos da literatura. Holmes vs Moriarty, uma das principais rivalidades do mundo, que é basicamente deixada de lado nesse novo livro. Uma grande disputa se transforma em algo adolescente fraco, sem muito propósito.

Charlotte declara mais de uma vez no primeiro livro que acabou com a vida de August, ou seja, pensamos que ele está morto. Entretanto, ele aparece no segundo livro de forma aleatória e não consegue provar seu real objetivo dentro da história. Um Moriarty se transforma em um alvo de ciúme para James e é isso, precisamos aceitar a trama.

O romance

O pior ponto de O Desgosto de August está no casal de protagonistas. Eles já não tinham muita química no primeiro livro e nesse segundo tudo só piora. E a trama tenta forçar ao público, apelando pela união dos sobrenomes da literatura. James tenta romantizar os problemas de Charlotte, de uma forma obsessiva. Ela, por sua vez, o trata como lixo e quando precisa, lembra dos sentimentos que tenta esconder.

O Desgosto de August não é um livro ruim, mas está longe de mostrar todo o talento de Brittany que vemos no primeiro livro. Nos resta esperar por uma possível continuação, ainda sem título em português.

O Desgosto de August pode ser adquirido aqui.

LEIA MAIS SOBRE LIVROS

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x