El Cid‘ é a nova série original Prime video, recém chegada ao streaming acompanha a lenda do cavaleiro castelhano Rodrigo Díaz de Vivar, conhecido por ter sido um herói de guerra na época da Espanha Medieval.

Logo no início descobrimos o pai de Rodrigo Diaz de Vivar, morreu em batalha lutando por Leonardo I, rei de Leão e Castela; deixando para ele uma espada; isso em meados do século XI.

Após a morte de seu pai, o jovem Ruy é levado por seu avô, a Leão para que treinasse como cavaleiro e se vingasse  quando adulto.

Através de uma passagem de tempo, já vemos Ruy treinado e servindo ao reino. Em paralelo, também conhecemos a história dos membros da corte.

Sancho é o próximo na linha de sucessão ao trono, mas é um tipo impulsivo, mas seu irmão mais novo, Alfonso, é mais lógico e ponderado. Ele se irrita que Sancho seja o próximo na fila, mas quem fica ainda mais irritada é Urraca a mais velha de Leonardo, que acha que sua mãe deveria ficar no trono, já que é linhagem de sua família.

Com base na introdução, seguimos ao longo dos episódios Rodrigo, que avança para uma monarquia que tenta controlá-lo. Assistindo El Cid, é impossível não se lembrar de Game Of Thrones, tamanhas conspirações envolvendo famílias, e mais ainda interesses e ambições.

‘El Cid’ traz algumas batalhas medievais bem ensaiadas e fica claro que a Amazon apostou pesado para apresentar o show. As atuações são muito boas, principalmente  Jaime Lorente como Ruy, além de entregar figurinos e cenários são impecáveis.

Em cinco episódios, os criadores Luis Arranz e José Velasco buscam expandir o universo de Ruy e mostrar como ele se tornou um dos maiores cavaleiros que a Espanha já viu. O problema é que existem tantos personagens e conspirações para controlar que é difícil descobrir quem está tentando matar quem e por que motivo.

No entanto, por mais confusa e lenta que possa soar, é impossível não se envolver com a história e principalmente desejar por conhecer mais sobre o cavaleiro castelhano Rodrigo Díaz de Vivar.

Assista El Cid no Prime Video.