Hoje, 12 de setembro, acontece completamente online, o segundo dia do DC FanDome e na sequência assistimos o painel de Batwoman, que contou com a presença das produtoras executivas Caroline Dries e Sarah Schechter e os atores Rachel Skarsten, Javicia Leslie , Meagan Tandy , Camrus Johnson e Nicole Kang. Que falaram sobre a primeira temporada, além das expectativas para o segundo ano.

“Quando li a descrição do personagem, definitivamente fui eu”, disse Leslie, a nova Batwoman, sobre o papel. Leslie adorou a ideia de que Wilder é uma mistura de pateta, durona e uma mulher que não gosta que digam o que fazer.

Leslie faz história com a primeira mulher negra a interpretar a Batwoman. Na verdade, esta é a primeira Batwoman Negra. Leslie, que também é bissexual, disse que é uma honra interpretar uma personagem que é igual a ela. Ela ressalta que não é comum interpretar uma personagem que represente a comunidade a que pertence. “É uma sensação muito poderosa”, disse ela. “Com tudo o que está acontecendo agora, é disso que precisamos. Precisamos ver representação… Sinto que há tantos pequenos Javicias que não têm voz … Sinto-me honrada por poder ser uma voz para a minha comunidade”.

Caroline Dries revelou aos fãs o que podemos esperar da nova temporada: Primeiro é o que aconteceu com Kate Kane. Todos os personagens terão diferentes pontos de vista e será “chocante, incrível e incrível”. Outro ponto que podemos esperar é o novo herói que está surgindo em Gotham. Ryan é um novo personagem no mundo de DC “Ela era uma estatística de injustiça e o sistema não foi feito para essa pessoa.”

Leslie completou: “Quando você faz parte de uma comunidade que foi negligenciada pelo sistema, essa é a comunidade inicial pela qual você se sente responsável por ajudar. Isso é o que você vai ver – você vai ver aquela comunidade em Gotham que foi esquecida. ”

“Armada com uma paixão pela justiça social e talento para falar o que pensa, Kate Kane (Rose) voa pelas ruas de Gotham como Batwoman, uma lutadora abertamente lésbica e altamente treinada para acabar com qualquer ressurgimento da criminalidade na cidade. Mas não a chame de heroína ainda. Em uma cidade desesperada por um salvador, Kate precisa superar seus próprios demônios antes de abraçar o chamado para ser o símbolo de esperança de Gotham.”

A heroína é uma das principais personagens LGBTQA+ da DC. Você sabia?

Batwoman esta disponível na HBO e na HBO GO.

LEIA MAIS SOBRE SÉRIES