Escolha uma Página

Sweet Tooth vem fazendo um sucesso absoluto na Netflix, em grande parte pelas atuações sublimes de Nonso Anozie e Christian Convery. Nos papeis de Jepperd e Gus, eles criam uma relação paternal que encanta desde os primeiros minutos. Em uma entrevista recente que tivemos com os dois, tivemos a oportunidade de comentar um pouco mais sobre a série. Eles aproveitaram para revelar a preparação que precisaram se dedicar para o papel e sobre o relacionamento que criaram fora de tela. 

Foi muito difícil no começo, pois estávamos em lockdown e precisávamos achar um dublê para mim, mas não conseguimos. O dublê precisaria viajar de Londres até a Nova Zelândia, mas não conseguimos um a tempo. Nós temos um grupo incrível de dublê, então eles me treinaram para a cena de luta onde eu preciso lutar com dez homens. Foi difícil, mas eu amo exercício físico, então foi isso. Eu não tive um dublê. – comentou Nonso

O ator aproveitou para dar valor a uma das pessoas mais importantes do elenco e que quase nunca aparece na trama:

Sempre que falamos de elenco, precisamos mencionar a mãe do Christian, Lisa. Nós fizemos aulas de dança, fizemos aula de cerâmica, poesia, arte em geral. Sempre que podíamos, estávamos juntos e isso acaba sendo refletido na tela. Você quer fazer o mais real possível, então ter esse tipo de relação nos ajudou muito.

 

Já para Chris, a experiência foi muito além das telas:

Eu amei o fato de termos duplicado os quadrinhos e ainda adicionado mais coisa para a série. Pegamos um quadrinho que é originalmente muito sombrio e o fizemos ser amigável e familiar. Nós nunca havíamos nos encontrado. Não tivemos uma química na leitura do roteiro, porque não tivemos a leitura do roteiro. Nós não tínhamos nem nos falado, apenas nos comunicamos por mensagens de texto. Nós nos conhecemos no dia anterior do início das gravações e estávamos usando as fantasias. A química que surgiu entre eu e Nonso foi imediata, então passamos algum tempo juntos nos bastidores e isso realmente nos ajudou em cena. Eu aprendi muito com ele sobre a atuação e o tempo que passamos junto foi meu momento favorito da série.

Um dos assuntos mais comentados sobre Sweet Tooth foi a semelhança com a situação atual que estamos vivendo. Para Chris, tudo não passou de uma grande e triste coincidência:

Para mim, o maior significado da série é sobre você não ter uma família e de repente achar uma. Você pode ter uma família que nasceu com você, mas você pode achar uma família também. Muitas pessoas pensam que a série é sobre Coronavírus, mas certamente não é. O roteiro foi escrito em 2016, então não teria como ser sobre isso. O vírus na série matou metade da população mundial, mas diferente do que vemos na série, vamos nos unir e vencer o Covid-19 juntos. O vírus que a série nos traz é muito pior.

Por fim, o pequeno ainda revelou sua maior preparação para Sweet Tooth:

Eu tive que pesquisar muita coisa sobre os cervos, como eles andam, como eles se mexem. E ao mesmo tempo eu tinha que interpretar um menino normal, incorporando todos os aspectos em um. Foi um grande desafio, mas eu adorei. E eu também precisei fazer muitas aulas de parkour, ficar pulando por aí, essas coisas.

Sweet Tooth está disponível na Netflix.