Escolha uma Página

The Boys chegou ao seu sexto episódio trazendo um dos melhores apresentados até agora. Após um quinto episódio morno e sem grandes revelações, quase um episódio de transição, o seriado apresenta ao público um de seus melhores roteiros desde a primeira temporada. Novas tramas estão sendo formadas, bem como alianças inimagináveis. Ao passo que nos traz uma bateria de novas informações, aproveita para atar algumas pontas deixadas soltas até agora. Mas o mais importante, sem dúvida, é o novo casal protagonista de The Boys, formado por uma nazista e um tirano ditador usando a bandeira norte-americana como capa.

O casal

Não há como falar do sexto episódio sem começar logo de cara pelo novo casal do momento, Capitão Pátria e Tempesta. Esquisita e aleatório como já imaginávamos, o relacionamento ali evoluiu rapidamente de algo apenas carnal, como a cena completamente bizarra no beco, para um casal tradicional, se é que podemos chamar assim. Quando o casual evolui para o emocional, nosso querido Pátria mostra o porquê de ser despresível, com ou sem seus poderes. Ele se revela um homem ciumento e obcecado em relação a Tempesta, algo que já havíamos tido o dislumbre em seu relacionamento tortuoso com Madeline. Usando as palavras da geração atual, Pátria é o verdadeiro boylixo com super-poderes.

Enquanto falamos de um lado do casal, precisamos comentar sobre as grandes revelações feitas por Tempesta nesse episódio. Embora imaginável, agora temos a confirmação de que Tempesta foi uma guerreira nazista, que lutou defendendo Hitler e ficou ao lado de Frederik Vought, o criador da empresa despresível que hoje conhecemos. Em uma cena que transborda romance, vemos a revelação da personagem, bem como seus verdadeiros interesses. Ela é de outra época, mas seus pensamentos tirânicos e genocidas se mantém. E adivinhem? Seu mais novo namorado é completamente a favor. Sem surpresas não é mesmo?

Francês

Não é apenas de Pátria e Tempesta que o sexto episódio é formado, afinal, precisamos de coisas boas. Pela primeira vez o seriado nos leva ao passado de Francês, logo na primeira cena. O jeito bruto e fofo do personagem começa a fazer sentido a medida que conhecemos sua história e tudo aquilo que ele passou. Sua relação com Mallory é de anos antes, quando ele ainda morava com os amigos e juntos formavam um trisal adorável. A revelação da sexualidade de Francês chega no maior estilo The Boys, sem dar muita importância a algo que deveria ser tratado como normal…e é normal.

A história de Francês ganha um novo capítulo quando conhecemos Facho de Luz, um novo sup apresentado no sexto episódio. Ele consegue emitir verdadeiras labaredas com as mãos, usando apenas um isqueiro a tira colo. No passado, ele foi o responsável por matar os filhos de Mallory e Francês se culpou a vida inteira por isso. A redenção do personagem vem nos flashbacks e é impossi´vel não criar empatia por ele. Não duvide se Francês se tornar um de seus personagens favoritos após esse episódio.

O manicômio

O ponto auge do episódio é a revelação do manicômio, liderado e controlado por Tempesta. É lá que estão localizadas as cobaias da Vought, organizadas, testadas e descartadas pela nova heroína dos Sete. A crueldade da personagem fica ainda mais clara, principalmente quando descobrimos suas origens.

Em uma tentativa de descobrir um pouco mais sobre ela, a gangue de Bruto parte em uma missão suicida rumo a instituição, agora com uma nova adição ao grupo. O relacionamento entre o personagem de Karl Urban e Starlight está sendo desenvolvido aos poucos e é todo fundamentado no sentimento que ambos tem por Hughie. Ela luta com o amor que surge ali, enquanto ele evita criar vínculos com seu suposto irmão mais novo. Quando o menino fica entre a vida e a morte, os dois protagonizam um dos melhores diálogos do seriado.

A instituição em questão traz o jeito de The Boys de fazer referência a produções anteriores e é impossível aqui não pensar em X-Men. Até mesmo uma versão deturpada de Xavier temos, representado aqui por Cindy, uma supe extremamente poderosa que ainda vai dar muito o que falar. Em uma de suas cenas, ela consegue libertar alguns “mutantes” e fica clara a menção a produção da Marvel.

The Boys é exibido semanalmente no Amazon Prime Video.