Alerta filminho viciante! Sim, vocês sabem como nós amamos filmes clichês, agora adicione elementos de ficção científica e você tem a mistura perfeita. Assim é ‘O mapa das pequenas coisas perfeitas‘ que chegou no último dia 12 de fevereiro no Prime Video.

Estrelado por Kyle Allen e Kathryn Newton, a produção é uma releitura do famigerado ‘Dia da Marmota’, onde os personagens ficam presos em um looping temporal, repetindo sempre o mesmo dia, infinitas vezes, e tendem a buscar uma forma de sair dessa “rotina”.

Contudo, ‘O mapa das pequenas coisas perfeitas’, oferece uma visão diferenciada desse conceito; alegre e introspectivo, mas foge, completamente das produções que abordam  a mesma temática.

E se um Mapa fosse a solução?

O longa é uma adaptação do livro homônimo de Lev Grossman, e de forma muito inteligente, se utiliza do looping para explorar os medos existentes dos adolescentes; focando principalmente no amadurecimento dos personagens.

A dupla Mark e Margaret são perfeitos e complementares, enquanto um sonha, o outro é pé no chão e assim, conseguem fazer os dias iguais, diferentes, se apaixonando a cada dia. No entanto, a história se torna mais interessante e com um real significado, quando o foco muda para Margaret, trazendo uma maior carga dramática e com um revés emocional.

A Produção nos oferece uma breve reflexão sobre nossa própria existência, o que podemos fazer com o nosso “Dia da Marmota”? Podemos simplesmente nos repetir dia após dia, ou ressignificar a mesmice.

‘O mapa das pequenas coisas perfeitas’ recicla o gênero e nos prova que a perfeição, está nas pequenas coisas. Um grato presente dentro do Amazon Prime Video.

O filme já está disponível no Prime Video.