O Doutrinador surgiu com uma missão: acabar com a corrupção. Usando métodos radicais, ele chega ao fim de sua missão na conclusão de sua primeira edição. Ou poderia ter sido assim, se um jovem hacker não tivesse descoberto um esquema obscuro da venda do nosso país para o narcotráfico. Conheça Dark Web, a nova HQ d’O Doutrinador. Com a ajuda do repórter Paulo Dantão, demitido por ter elogiado as ações do vigilante, o rebento da revolta precisa se embrenhar num esquema de corrupção que vai muito mais fundo do que desvio dos cofres públicos pros bolsos dos políticos para expor os acordos do alto escalão com com o tráfico de drogas.

A polêmica continua ao lado do personagem que, nas páginas de sua HQ, não só faz uma crítica à política nacional, como à mídia e ao próprio povo brasileiro, que muitas vezes se revolta apenas pelos R$0,20 e não pelo o que realmente importa. Usando métodos extremos, nada vai impedi-lo de concluir sua missão. Neste volume, o criador d’O Doutrinador Luciano Cunha se junta ao músico Marcelo Yuka que faz sua estreia no mundo dos quadrinhos. Como baterista e letrista da banda O Rappa, Yuka compôs sucessos como Me Deixa, Minha Alma, Pescador de Ilusões, entre outros.

O Doutrinador: Dark Web é um lançamento da RedBox Editora e pode ser comprado direto no site da editora, aqui. Se quiser saber o que achamos da primeira edição, clique aqui! Acompanhe o personagem em sua fan page oficial, neste link.

O Doutrinador Dark Web

Quem será o próximo alvo do Doutrinador?