No final da primeira temporada de ‘Fate: A Saga Winx‘, série original Netflix, que adapta a clássica animação ‘Clube das Winx‘ de 2004, descobrimos que existe uma lenda de milhares de anos, e esta diz que os queimados que conhecemos, eram soldados de guerra, e que  uma magia muito poderosa e antiga foi usada contra eles, os tornando quem são.

Acredita-se que a magia, chamada ‘Chama do Dragão‘ criou os queimados. E tal chama, tal magia, arde dentro da Bloom. E por esse motivo, a transformação foi tão “facil” para ela.

ORIGEM
Ao longo dos seis episódios da série live-action, não descobrimos muito mais sobre. No entanto, de acordo com a animação, a ‘Chama do Dragão‘ foi transmitida através de gerações para os membros da família real desde o desaparecimento do Grande Dragão, sendo utilizado pelas nove ninfas de Magix [Magix é uma dimensão mágica, assim como o nome da sua grande cidade], nove fadas todo-poderosas quem controlam o destino da Dimensão Mágica.

Quando Bloom era ainda um bebê, Lord Darkar tentou obter o máximo poder e por isso enviou as Três Bruxas Ancestrais para reclamar a Chama do Dragão de seu Guardião e usá-la para obter o máximo poder.

Na animação a ‘Chama do Dragão’, teria criado a dimensão mágica [ uma dimensão localizada muito longe da Terra que contém diferentes reinos mágicos e planetas onde a magia está em toda parte e é habitada por muitas criaturas mágicas].

‘Fate: The Winx Saga’ acompanha a jornada de cinco fadas adolescentes em Alfea, um internato mágico que fica em lugar chamado nada mais nada menos que Outro Mundo. Por lá, elas devem aprender a dominar seus poderes enquanto lidam com suas vidas amorosas, novas amizades, rivalidades e monstros que ameaçam a existência delas mesmas.

Com seis episódios, ‘Fate: The Winx Saga’ já está disponível na netflix.

LEIA MAIS SOBRE SÉRIES