Escolha uma Página

Todos já ouvimos a frase “nem toda heroína usa capa” alguma vez na vida. E ela não poderia ser mais verdadeira, principalmente quando falamos de vida real. Ao longo da história, algumas mulheres tiverem uma participação pra lá de protagonista no mundo, lutando pelos direitos humanos e por uma maior participação das mulheres perante a sociedade. E em um dia em que falamos de heroínas, é impossível não falar delas.

Confira:

Malala

Aos 15 anos foi baleada na cabeça por talibãs ao sair da escola e se manifestou contra a proibição dos estudos para as mulheres em seu país.

Marie Curie

Realizou inúmeras pesquisas, desenvolvendo a teoria da radioatividade. Foi a primeira mulher a receber um Prêmio Nobel e a única pessoa a ganhar o prêmio duas vezes em diferentes categorias: física e química.

Kathrine Switzer

Ela foi a primeira mulher a participar da famosa Maratona de Boston, em 1967. Enquanto corria, homens tentaram impedir.

Ada Lovelace

Foi criadora do primeiro algoritmo para ser processado por uma máquina, considerada a mãe da programação.

Ellen Johnson-Sirleaf

Em 2005, tornou-se a primeira mulher negra eleita presidente no mundo. A liberiana ainda ganhou o Nobel da Paz em 2011.

Gertrude B. Ellion

Ela desenvolveu uma droga para o tratamento da leucemia, além de ter descoberto os princípios de quimioterapia.

Hedy Lamarr

Durante a Segunda Guerra Mundial, ela inventou um aparelho de interferência em rádio para despistar radares nazistas, que serviu de base para a criação da telefonia móvel e da conexão wireless.

Maria da Penha

A farmacêutica tornou-se líder do movimento de defesa dos direitos das mulheres vítimas de violência doméstica no Brasil.

Valentina Tereshkova

A russa foi a primeira mulher a viajar para o espaço, em 1963, na missão Vostok VI.

Amelia Earhart

Ela foi a primeira mulher a fazer um voo solo sobre o oceano Atlântico, em 1928.

Rosa Parks

Seu nome é um dos principais que surgem quando falamos sobre a segregação racial – ela é conhecida por se negar a dar seu lugar no ônibus para um homem branco.

Sofia Ionescu-Ogrezeanu

A romena foi a primeira neurocientista e neurocirurgiã do mundo.

Anne Frank

A jovem escritora judia escreveu em seu diário um breve relato sobre sua família, que precisou se esconder de nazistas para sobreviver.

Nadia Comaneci

Ela foi a primeira mulher a conseguir nota 10 em ginástica olímpica durante os Jogos Olímpicos.

Nísia Floresta Augusta

Ela foi a primeira brasileira a lutar pela emancipação feminina, considerada precursora do feminismo no país. Alfabetizou meninas e mulheres e foi uma das primeiras mulheres a publicar artigos em jornais brasileiros.

São tantas as nossa heroínas da história que só podemos dizer, obrigada!

LEIA MAIS SOBRE MUNDO