Escolha uma Página

O terceiro capítulo da segunda temporada foi provavelmente o maior destaque até então. Grandes acontecimentos marcaram o que aconteceu aqui, desde problemas bizarros, afinal estamos falando de The Boys, até revelações importantes sobre os personagens. Mas acima de tudo, mais um animal marinho morreu.

No maior estilo Pinóquio, o episódio começa com Bruto e seu grupinho de pessoas anti-Vought viajando em um barco em alto mar. Além dos participantes anteriores, eles agora carregam o irmão de Kimiko, cujos poderes foram revelados no episódio anterior. Com a ajuda de Mallory, tentaram fugir um pouco da mídia e se afastar do mundo, mas todos sabemos ser impossível conseguir se esconder do Pátria.

E por falar nele, o episódio traz um pouco mais da tentativa de aproximação entre Pátria e seu filho. Em uma das cenas mais importantes do episódio e dando um exemplo ideal de como ser um ótimo pai, nosso querido super-herói atira o próprio filho do telhado. Nada de novo sob o sol de The Boys, com seu humor irônico e seus protagonistas dignos de um tabloide. O resultado do teste de Pátria funciona e descobrimos que algumas habilidades são genéticas.

Starlight

Continuando o arco de cenas entre Trem Bala e Starlight, os dois se enfrentam mais uma vez e importantes revelações são feitas. A série já havia mostrado anteriormente o quão bizarro é a relação entre os super-heróis e seus chefes. Os primeiros dependem da mídia e do dinheiro para sobreviver, enquanto os segundos visam apenas o lucro que a esperança pode provocar. Até onde eles estão dispostos a ir para não perder sua principal fonte de renda? Correr o risco de sofrer um infarto de tanto usar composto V? Vidas já foram perdidas antes e sabemos ao longo do episódio que novas vítimas irão surgir.

Enquanto a primeira temporada nos mostrou o relacionamento abusivo entre Pátria e Madeline, a segunda continua desenvolvendo a história de Starlight e Hughie. Ele está cada vez mais envolvido no processo de salvar o mundo contra o grupo que sua namorada faz parte. O epísodio começa com Hughie recorrendo a Billy Joel para declarar seu amor e You’re Only Human se encaixou perfeitamente. A cena é boba e dura pouco, mas aquece o coração dos apaixonados pelo casal. 

The Boys precisa urgentemente prestar contas com o IBAMA ou o Projeto Tamar, pois mais um animal marinho perdeu a vida graças ao protetor dos oceanos. Ou deveria ser. Profundo continua em sua saga para tentar retornar aos 7 e conquistar a confiança de Pátria mais uma vez, mas só o que ele consegue é matar uma baleia perfurada pela lancha de Bruto. Por que The Boys, por que?

Por fim, o principal propósito do terceiro episódio foi introduzir a personagem de Stormfront de vez. Além de deixar bem claro quais são seus poderes e sua força, ela é a primeira personagem a bater de frente com a hierarquia de Pátria, questionando até mesmo sua capacidade. Esse o episódio para Stormfront brilhar e mostrar a que veio. Seria ela a heroína que tanto esperamos desde o primeiro episódio da série? A resposta vem em uma de suas últimas cenas, ao chamar o irmão de Kimiko de amarelo. Não foi dessa vez.

The Boys retorna semanalmente ao Amazon Prime Video.