Escolha uma Página

Cada vez mais os estúdios de Hollywood estão sofrendo o peso e a pressão do público e de atores homens por pagamentos igualitários em suas produções. Embora estejamos falando de algo que não deveria ser necessário comentar sobre, ainda vivemos em uma sociedade que paga mais apenas pelo gênero de nascimento de uma pessoa. A batalha por igualdade vem sendo travada há anos, mas até hoje, blockbusters de Hollywood que pagam milhões de dólares a mais para atores em relação às atrizes. Nos últimos tempos, alguns atores vem se movimentando para que uma mudança seja feita, afirmando que só participariam de filmes em que mulheres e homens fossem pagos da mesma forma.

Recentemente, de acordo com o insider Daniel Richtman, Ryan Reynolds é o novo nome a aderir a causa já em seu novo filme, Deadpool 3. O ator estaria lutando para que o filme tenha pagamentos igualitários e isso seria, inclusive, um pré-requisito para sua participação. Em 2019, devido a forma como sua esposa, Blake Lively, foi tratada por um estúdio, Reynolds havia garantido que iria se comprometer a causa.

“É algo que precisa ser falado. É um problema multifacetado, porque não é só em filmes, é na indústria como um todo. É frustrante. Eu vejo minha esposa passar por isso, eu vejo ela lidar com isso de forma extenuante e eu quero que ela tenha aquilo que eu me beneficiei por anos. Precisa existir igualidade”.

Reynolds teria seguido o exemplo de Dwayne Johnson em Red Notice, filme que será protagonizado pelos dois e por Gal Gadot, uma das maiores atrizes da atualidade. Johnson batalhou para que Gadot recebesse o mesmo salário que ele e Reynolds. O filme chegará a Netflix ainda em 2021 e  e agora os três irão receber cerca de U$ 20 milhões de dólares cada. Estamos falando da atriz que dá vida a atual Mulher-Maravilha dos cinemas, mas que mesmo assim precisou da influência de um homem para que recebesse o devido valor em um filme. Méritos para Dwayne Johnson, mas convenhamos, isso nem deveria precisar acontecer.  

Deadpool 3 tem previsão de chegar aos cinemas em 2023.