O roteiro de Corpos (Netflix) foi escrito por IA?

Quatro investigadores, quatro linhas temporais e um corpo. Para salvar o futuro do Reino Unido, eles terão de resolver o homicídio que mudou o rumo da história.

Série Corpos de scifi da Netflix (Divulgação/Netflix)

Recentemente chegou na Netflix mais uma série de ficção científica e explosão de cabeças para acalentar os saudosos fãs de Dark, The OA e Black Mirror. A série tem a premissa da viagem no tempo, das teorias mirabolantes, do suspense de assassinatos e, claro, dominação mundial por uma ordem superior política (ou não) à lá 1984 de George Orwell.

São tantos elementos ao mesmo tempo que nos pegamos refletindo: Seria essa série uma grande resposta do algoritmo da Netflix para o que os fãs mais buscam na plataforma?

É de conhecimento de todos que a Netflix – e todos os outros streamings – coletam dados de usabilidade de seus assinantes. Claro que a performance e os públicos são acompanhados de perto por especialistas em dados que analisam cada passo e transformam isso em projeções e investimentos.

Pensando nisso, falamos um pouquinho mais sobre a série que está abalando as estruturas dos fãs de teorias da conspiração. Vem aqui conferir:

Warner Bros. Discovery confirma presença na CCXP 2023
A Maldição da Residência Hill ainda vale o play?
Aulão do Vigor emocionou o Brasil

Veja mais conteúdos sobre os vídeos que publicamos no Youtube

Acompanhe também conteúdos diários em nossos canais do YoutubeInstagram e Tiktok

Para apoiar nosso trabalho, acesse catarse/crisepanda