Escolha uma Página

Chegou hoje, 1º de outubro, na Netflix, a série ‘Bom dia, Verônica‘, que adapta o livro de mesmo nome do Raphael Montes  e da Ilana Casoy, publicado no Brasil pela Darkside. Com algumas liberdades poéticas, ao longo de 8 episódio vemos uma história verdadeiramente envolvente e de tirar o fôlego.

Decidimos listar para vocês aqui, 5 motivos para começar a maratona agora!

1. A TRAMA

Para os amantes de um bom suspense investigativo, a série é uma pedida incrível. A trama é densa, atual e impactante. ‘Bom dia, Verônica’ visa dar voz a tantas mulheres silenciadas e diminuídas pela sociedade, seja em casa ou no trabalho. Além de lidar com outras temáticas, tais como o desaparecimento de mulheres do norte e nordeste que simplesmente caem no esquecimento, o bullying, o machismo, o abuso físico e psicológico… Entre outros.

2. ELENCO

O elenco é simplesmente um show a parte. Tainá Muller, Camila Morgado e Eduardo Moscovis estão impecáveis em seus papéis, entregando atuações dignas e imersivas, com as camadas necessárias que cada personagem necessita.

3. RAPHAEL MONTES

Sim, Raphael Montes precisa ser um dos motivos. Ele é um dos maiores escritores nacionais da atualidade; e aliado a criminologista Ilana Casoy, construíram uma história amarrada, honesta e digna de atenção.

4. O SOCIAL

Como falei acima, vemos algumas críticas sociais muito pontuais e necessárias. Mas ‘Bom dia, Verônica’ vai além… Vemos diante de nossos olhos uma visão de Brasil, que expande nosso imaginário e a cada reviravolta e desdobramento, mergulhamos em uma história extremamente viciante.

5. PRODUÇÃO NACIONAL

Precisamos enaltecer as produções nacionais, principalmente quando elas nos oferecem um história de qualidade. A Netflix e todos os envolvidos se superaram, e claramente ‘Bom Dia, Verônica’ pode ser incluída nas listas de “melhores séries de 2020”. A narrativa é tão envolvente e imersiva que ela te leva a desbravar, por meio dos detalhes o passado de cada personagem, bem como os traumas que os levaram a cada decisão.

O thriller ficcional acompanha esta policial determinada, decidida a usar toda sua habilidade investigativa para mergulhar em dois casos intrigantes e ajudar as vítimas a despertar contra a violência e a injustiça. A primeira, uma mulher enganada por um golpista na internet. A segunda, Janete (Camila Morgado), esposa de Brandão (Eduardo Moscovis), um serial killer inteligente e perigoso que leva uma vida aparentemente normal, mas que, por detrás da fachada, revela uma mente cruel capaz de aprisionar suas presas tal como pássaros em uma gaiola. 

A série estreia dia 1º de outubro na Netflix.

Adquira aqui seu exemplar de ‘Bom dia, Verônica’.