Escolha uma Página

Lana Parrilla e Sean Maguire, atores de ‘Once Upon a Time’ (Era uma vez, em português) foram recebidos com um depoimento emocionado de uma fã ao chegarem no painel virtual na CCXP. “Eu sempre acompanhei Era Uma Vez e me apaixonei pela Lana. Ano passado, na CCXP, pude realizar meu sonho de encontrá-la e dizer para ela o quanto eu a amo”. No bate-papo com Pati Gomes, os artistas falaram sobre o roteiro da série e bastidores das gravações. “Eu tenho muitas lembranças incríveis e isso é o que importa. Vivemos muitas coisas e as memórias são as melhores possíveis“, disse Lana. Durante todo o painel os fãs não economizaram elogios para os atores por meio do chat e da #ThunderArena.

Ao longo do painel, os dois eram só sorrisos. Sean e Lana aproveitaram a nostalgia de falar do seriado para relembrar um pouco dos momentos que OUAT lhes trouxe.

“Nossos personagens têm muitos fãs apaixonados, então talvez nao gostassem do que estavamos fazendo. Sempre tínhamos críticas e pensavamos no que podíamos admitir, Lana e eu. Somos contadores de histórias , seja de direitos civis ou da pandemia ou de direitos lgbt, temos que falar porque sabemos que conseguimos alcançar muita gente. Todos sabemos o poder que as coisas podem chegar e sabemos o poder que o entretenimento tem.  Na série, a cada episódio conhecíamos mais do personagem, entendíamos a química entre eles. A relação entre o Robin e a Regina era isso, entender o que o amor significava para eles – comentou Sean.”

Já Lana, que esteve na CCXP em 2019, relembrou os momentos no país e falou o que vem fazendo nos momentos da pandemia.

É importante se manter sempre muito interessante. Eu venho viajando e aprendendo novas culturas, acho que o mundo não existiria sem a cultura. A história de OUAT nos deu a oportunidade de entender a dor dos personagens. Sabemos que o vilão está sofrendo e não é simplesmente uma pessoa má, uma pessoa ruim. Ela não era má desde que nasceu. É muito mais fácil botar o rótulo de que ela é má do que tentar entender. OUAT era sobre o amor, sobre o que acontecia ali. Era literalmente o mundo mágico da Disney. Eu fiquei triste quando acabou, pelo público, pela saudade , mas por saber que eu não ia poder contar a história da Regina mais. Dizer adeus foi horrível. A gente passa mais tempo com o elenco do que com a nossa própria família. Eu tenho todos os meus roteiros, com todas as notas que eu fiz e eu sou muito feliz por ter eles comigo.

Que saudade de Once Upon a Time né minha filha?