Escolha uma Página

E 1999 chegava aos cinemas A Bruxa de Blair, o filme marcava o início de uma mudança do gênero para as telonas. O diretor Eduardo Sanchez, revelou em entrevista ao ComicBook que gostaria que gostaria de continuar a franquia, mas de uma forma, mais próximo do original:

“Não tenho certeza se seguir o caminho da sequencia é o caminho para fazê-lo. Para mim, teria que ser um filme único. Teria que ser um filme que de alguma forma não tivesse encontrado imagens de novo, de claro, mas algo não se pareça com um filme normal, que não tem o mesmo assunto que um filme normal.”

Ele acrescentou:

“Eu acho que a propriedade cinematográfica de A Bruxa de Blair deveria ter retrocedido. Deveríamos ter voltado no tempo e feito peças de época da mitologia e esses elementos. Mas, novamente, trazendo uma visão única, seja um novo cineasta ou um novo roteirista ou alguém, mas traga uma visão única, que o diferencia de tudo o mais no universo, nesse mundo.”

Sanchez ainda reforça o desejo de fazer um novo filme, focado em 1700:

“Eu sempre tive o desejo de fazer a história original de como Elly Kedward foi considerada culpada e banida na floresta, e o que aconteceu no final dos anos 1700… O que aconteceu com eles? Para mim, esse era o filme que eu queria fazer depois do primeiro A bruxa de Blair. Tínhamos uma pequena janela onde acho que poderíamos ter conseguido”.

Você gostaria de um novo filme da franquia de A Bruxa de Blair?