Escolha uma Página

O YouTube começou a fazer alguns testes em países da Europa, buscando estudar a viabilidade de uma nova modalidade de pagamentos. O nome da nova categoria a ser testada é o Premium Lite, que é mais barata que o Premium tradicional, mas acaba removendo também algumas das funções garantidas aos assinantes.

O único recurso que a versão Lite garante é a ausência de anúncios antes e durante a reprodução de vídeos. Essa é uma das maiores reclamações dos usuários, e boa parte do público acaba adotando o modelo da assinatura. Outros privilégios da assinatura tradicional não estão no pacote, como o uso do YouTube Music sem publicidade, o download de vídeos para ver offline e poder só ouvir conteúdos em aplicativos com o app rodando em segundo plano.

O custo é de € 6,99 mensais, enquanto o YouTube Premium completo custa € 11,99 na região. No Brasil, a assinatura sai por R$ 20,90. Por enquanto apenas alguns usuários de Bélgica, Dinamarca, Finlândia, Luxemburgo, Países Baixos, Noruega e Suécia receberam o Premium Lite. 

Ainda não há previsão para o lançamento da nova versão no Brasil.