Escolha uma Página

Ô BICHO PRA GOSTAR DE GRITAR!

Não há como negar que Star Wars: Os Últimos Jedi é o grande filme de 2017. Aguardado desde 2015, o longa finalmente chegou aos cinemas nesse último final de semana e continuou de forma épica a nova trilogia iniciada por J.J. Abrams em O Despertar da Força.

Muita gente ficou apaixonada pelos Porgs (que são irritantes demais na minha opinião). Essas criaturinhas que berram mais que o capeta quando pisa em um bloco de Lego conseguiram pegar a todos por conta de sua fofura.

Mas a explicação dos produtores de Os Últimos Jedi criarem os Porgs nada mais foi que uma forma de driblar um fato extremamente recorrente na gravação do filme.

Jake Lunt Davies, designer de criaturas do filme, revelou que o berrante, ops, pequeno alien, na verdade, surgiu para substituir a fauna natural da ilha onde o filme foi gravado.

O artista conta que o diretor Rian Johnson filmou as cenas de Ahch-To em uma ilha chamada Skellig Michael. No local das filmagens, havia muitos papagaios-do-mar (puffin) e os animais constantemente apareciam no fundo das tomadas, mas que ficaria caro demais para remover todos os pássaros das tomadas.

Nós não podíamos remover eles. Era fisicamente impossível nos livrar deles [papagaios]. E remover digitalmente seria um problema e daria muito trabalho, então vamos seguir em frente e tentar brincar com isso. E aí que eu pensei ” vamos criar nossa própria fauna indígena na ilha” e, nessa época nós já estávamos trabalhando no design das Cuidadoras com o Rian, então ele [Rian] nos falou para nos inspirarmos nos papagaios-do-mar e os pássaros se tornaram a maior influência na criação dos Porgs e de toda a fauna dessa ilha pra ser bem honesto.

Jake Lunt Davies

Designer de criaturas, Star Wars: Os Últimos Jedi

Dirigido por Rian JohnsonStar Wars: Os Últimos Jedi já está em cartaz nos cinemas nacionais. Há uma semana nos cinemas, a produção já conseguiu arrecadar impressionantes US$ 450,8 milhões em bilheterias ao redor do mundo

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: