Escolha uma Página

CUIDADO! ALERTA PERIGOSÍSSIMO DE SPOILER!

Finalmente o terceiro filme do deus do trovão foi lançado e com ele diversos acontecimentos sérios ao universo da Marvel nos cinemas foram apresentados, como o aparecimento de Hela, a deusa da morte. Mas agora vamos falar do filme com algo que é meio um tabu para muitas pessoas: SPOILERS. Então prossiga por sua conta e risco!

O filme abraça de vez o tom de comédia, deixando de lado o estigma de um filme de ação que tem cenas engraçadas. Em Ragnarok a história é justamente a oposta: é um filme de comédia com (muitas) cenas de ação. E não que isso seja ruim. Ter assumido esse lado cômico nos ajuda a aceitar que esse Thor Odinson é diferente dos quadrinhos (até porque os universos são diferentes, os dos filmes é a Terra-19999 e o dos quadrinhos é o Terra-616).

A primeira porrada que temos logo no início do filme é ver que Thor já sabe que seu irmão, Loki, está no lugar de Odin em Asgard. Depois que a farsa é desfeita, vimos os dois irmãos indo até Nova York em busca de seu pai. E é quando Stephen Strange dá as caras no filme. A cena é uma continuação da cena pós-créditos que vimos em Doutor Estranho, onde o Mago Supremo oferece ajuda aos irmãos para localizar onde Odin está em troca de Loki sair da Terra.

Chegando na Noruega, os irmãos encontram Odin, que está fraco e em seus momentos finais. A cena é cheia de sentimentos, mas daí vem a maior mudança da história: o pai de todos revela que Hela, deusa da morte, é a irmã mais velha de Thor.

Logo após a morte de Odin, Cate Blanchett dá as caras no filme. E já chega causando. Sem nem pestanejar (e mais parecendo a Daenerys em Game of Thrones) ela ORDENA que os irmãos se ajoelhem perante sua verdadeira rainha.

O que vem a seguir é justamente a destruição do Mjolnir como, pelas palavras de Loki, um mero pedaço de vidro. Em uma tentativa de fuga, Loki pede para Skurge, novo operador da Bifrost, já que Heimdall está desaparecido e é tratado como um traidor de Asgard, tirarem eles de lá.

Mais uma pancadaria acontece no trajeto e os dois irmãos são jogados para fora da Bifrost e acabam caindo em Sakaar, o planeta Coliseu.

Já em Sakaar, Thor encontra alguns saqueadores que acabam capturando o deus do trovão sem muitas dificuldades. É quando vemos pela primeira vez a Valquíria, bêbada feito uma porca, transformando os saqueadores em meros pedaços de carne. 

Mas nada de Thor se dar bem. Ele é levado direto para o Grão-Mestre em uma das cenas mais engraçadas do filme. Depois de muito blá-blá-blá, Thor vê seu irmão , que chegou semana antes ao planeta e pede ajuda para sair e salvar Asgard de Hela.

Mais blá-blá-blá e o Grão-Mestre oferece uma saída: caso Thor derrote seu campeão, ele estará livre. Só que o campeão de Sakaar é ninguém menos que o Hulk, que tomou o lugar de Bruce Banner por DOIS ANOS, espaço de tempo entre Era de Ultron e Ragnarok.

Pancadaria vai, pancadaria vem e, finalmente Thor começa a descobrir seus poderes de deus do trovão. Quando ele quase estava nocauteando o Golias Esmeralda, o Grão-Mestre usa um dispositivo preso ao pescoço do protagonista para o fazer desmaiar e perder a luta.

Depois de Loki descobrir que a Valquíria é uma asgardiana que quer deixar seu passado para trás, já que todo o exército das Valquírias foi dizimado pelas mãos de Hela, o antigo melhor vilão da Marvel consegue colocar um pouco de juízo na cabeça da guerreira que oferece ajuda aos irmãos para escapar do planeta pelo, sim, esse é o nome do portal, Ânus do Demônio.

Nesse tempo, Hulk e Thor somem, Hulk voltar a ser o Bruce Banner por um tempo e eles conseguem escapar do planeta pelo portal de nome bizarro.

Quando chegam em Asgard, os três (Loki mais uma vez tentou enganar Thor, mas sem sucesso e acabou ficando para trás) tentam salvar os residentes da crueldade de Hela.

Mas as coisas não serão tão faceis assim. Liderados por Heimdall, o povo de Asgard dá de cara com Fenrir, o “pequeno” lobo de Hela na Bifrost. Essa foi a hora que Bruce se transforma mais uma vez em Hulk e a pancadaria come solta outra vez (mas não sem aquela pitada de humor antes).

Valquíria cai na mão com o exército de guerreiros mortos-vivos de Hela enquanto Thor vai enfrentar a vilã para ganhar um pouco mais de tempo.

É nessa hora que vemos uma das cenas mais brutais da Marvel nos cinemas. Sem dó nenhuma, a vilã deixa seu pequeno irmão como era seu pai: sem seu olho direito.

Nessa hora que Thor descobre como usar de forma perpétua seus poderes divinos e lança o maior raio possível  na cabeça da vilã que… NADA SOFRE! Só é jogada para um pouco longe.

Ver um Thor caolho e usando seus poderes ao máximo foi uma das cenas mais absurdas de lindas do filme. Mas como nada é só felicidade, Hela volta e continua sua surra.

Nesse meio tempo, Loki ressurge com outra nave e ajuda os habitantes de Asgard a embarcarem, até o momento que Thor percebe que a única forma de derrotar Hela é causando o Ragnarok, que nada mais é que a destruição de Asgard, já que a vilã aumenta sua força sugando a energia do lugar

Para isso, seria necessário que Surtur ressuscitasse e quem executa esse plano é Loki. Mas antes de trazer o gigante de fogo novamente a vida, o deus da trapaça dá aquela olhadinha básica para o Tesseract.

Nesse momento é que Surtur começa a destruição de Asgard para o desespero de Hela. Antes que você se pergunte: não, Asgard não é salva e reduzida a cinzas por Surtur, que antes ainda desfere um golpe com sua gigantesca espada em Hela.

Mas como a coisa é a deusa da morte, ela ainda vai voltar para dar ainda mais problemas aos heróis da Marvel.

Das duas cenas pós-créditos, somente uma é digna de atenção. Quando Thor e sua equipe estão fugindo de Asgard em direção a Terra, eles dão de cara com uma nave extremamente enorme (sim, coloquei assim para você ter uma noção do tamanho da bicha) que, provavelmente, é residida por ninguém menos que Thanos.

Enfim, o filme vale cada segundo gasto e, finalmente, fomos apresentados a uma vilã verdadeiramente boa no que faz e que realmente virou a melhor dos 17 filmes do Universo Cinematográfico Marvel.

Não deixem de falar sobre o que vocês acharam do filme ou as expectativas que ainda tem sobre ele. Claro que não contei tudo do filme, mas as principais partes que realmente merecem a sua total atenção!

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: