Escolha uma Página

BOA MARVEL! 

É inegável o papel que filmes de super-heróis vêm tendo no público nos últimos anos. Com as novas fases do MCU chegando e grandes planos sendo feitos pela DC, estamos longe de sair da geração dos heróis no cinema. E isso pode ter um papel ainda maior do que apenas entreter.

Nos últimos anos, o MCU vem sendo criticado pela falta de representatividade. O estúdio alcançou uma de suas maiores audiências com o lançamento de Pantera Negra, em 2018. Além disso, não tínhamos visto protagonistas mulheres dentro do universo da Marvel, fato que mudou com o lançamento de Capitã Marvel, Homem-Formiga e a Vespa e futuramente, Viúva Negra. Finalmente, o primeiro protagonista asiático foi anunciado em 2019, durante a San Diego Comic Con. Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings trará um elenco 98% asiático e chegará em 2021. 

Ainda falta

O MCU está caminhando para uma maior representatividade em suas produções. Mas quando o assunto engloba a comunidade LGBTQA, o estúdio ainda deixa muito a desejar. Ainda não tivemos a oportunidade de ver nenhum personagem abertamente gay em filmes, o que deve mudar em breve! Os Eternos trará o primeiro herói assumido gay no universo cinematográfico. Ainda em Ultimato, tivemos um personagem comentando sobre um encontro com outro homem, mas nenhuma grande importância foi dada a isso. 

Durante o painel de Thor: Love and Thunder na San Diego Comic Con, Tessa Thompson revelou que a Valquíria está a procura de uma rainha. Uma cena envolvendo ela e uma outra mulher foi cortada de Thor: Ragnarok, mas parece que finalmente a personagem ganhará espaço no próximo filme.  

Quando o assunto é a comunidade trans, o MCU ignorou o assunto até agora e nada foi abordado. Entretanto, com a confirmação de que um personagem trans está a caminho, acredita-se que a mesma aparecerá em Thor 4. Pode vir Sera! 

Thor: Love and Thunder chega aos cinemas em 2021.