Escolha uma Página

Sandman já está entre nós! E que grata surpresa. Confesso que quando a adaptação de Sandman foi anunciada pela Netflix, relutei bastante a confiar. No entanto, ver Neil Gaiman, a mente por trás da obra, finalmente disposto, depois de 30 anos, e confiante no projeto, me deixou mais intrigada.

Pude ver com certa antecedência os 10 episódios que no fim só me deixaram mais ansiosa para mais do que vem ai!

Em Sandman somos apresentados ao Sonho, o rei do sonhar, lugar onde nossos sonhos e pesadelos habitam e que movem nossa existência. Sonho, Morpheus, ou outras alcunhas que conhecemos ao longo dos episódios, é capturado de maneira errônea e fica por décadas aprisionado, o que acarreta o declínio da humanidade e do seu reino. E ao longo da trama, veremos Sonho em sua trajetória de retomar o equilíbrio do sonhar e da humanidade; mas os desafios se mostrarão complexos e mortais.

Com algumas mudanças criativas e com algumas atualizações sociais SANDMAN adapta com fidelidade a obra original, daquelas que os fãs mais emocionados pode -sem dúvida- enaltecer. Vemos o cuidado com a narrativa, com a essência dos personagens, com o leitor.

Os efeitos são honestos, e fazem jus ao valor que foi ofertado para a adaptação, e a forma que os episódios foram contados, são sobretudo o faz com que o espectador seja fisgado pela obra.

Não quero me estender ou dar spoilers, pois acredito que descobrir junto com a série é especial. Contudo saibam que tendo lido ou não, SANDMAN será e é uma experiência única. Um show, de fato especial, um universo que após adentrar, não iremos querer mais sair.

Assistam Sandman na Netflix.

LEIA MAIS SOBRE SÉRIES