Escolha uma Página

Quando o retorno de iCarly a Paramount+ foi confirmado, o público ficou ansiosos pelo retorno de seus membros favoritos do elenco. Para a triste surpresa de todos, a série que trouxe os primórdios da vida de um Youtuber não contará com a melhor amiga de Carly, Sam. Até agora não sabíamos o porquê de Jennette McCurdy ter desistido não apenas da produção, como também de sua carreira de atriz. Em entrevista recente, Jenette comentou a vida conturbada que levava por trás das câmeras, algo muito diferente do que víamos com Sam no seriado. 

“Eu tenho tanta vergonha dos papéis que eu aceitei no passado. Eu tenho ressentimentos pela minha carreira por diversos motivos. Eu me sentia tão pouco realizada por aqueles papéis e sentia que a maioria era clichê, vergonhosa. Eu entrei nas séries com 13 anos e tive que continuar no mesmo papel até os meus 21. Com 15 eu já morria de vergonha.”

Ela ainda comentou que sofria bullying dos amigos na escola, que a julgavam boba demais para os papéis que interpretava. Jenette ainda cresceu ouvindo que não servia para personagens bonitas e que por isso era sempre escalada para interpretar papéis engraçados. Como se já não fosse suficiente, ela ainda revela que nunca quis ser atriz, mas foi obrigada pela mãe por conta do dinheiro que receberia. 

“Minha agente, eu literalmente ouvia ela dizer no telefone ‘Eles querem uma beleza etérea. Jennette não é uma beleza etérea. Ela é mais rústica. Ela tem cara de rústica.’ E eu pensava, ‘Ok, acho que eu tenho cara de rústica.’ No começo, eu não queria atuar. Minha mãe me colocou no palco quando eu tinha 6 anos e lá pros 10, 11 anos, eu era a provedora financeira da minha família. Nós não tínhamos muito dinheiro e essa foi a única saída, o que eu acho que me motivou a conseguir algum sucesso.”

Após a morte da mãe, Jennette decidiu mudar completamente a vida que estava levando, começando pela carreira de atriz. Sua última vez em um palco foi em 2013, quando interpretou um monólogo que ela mesma escreveu, chamado I’m Glad My Mom Died (“Estou Feliz Que Minha Mãe Morreu“).

“Eu escrevi essa peça para mim, e eu atuei, e nem ali eu queria de verdade por causa do meu estado mental. Por causa do sentimento de que eu não queria mais atuar, car****. Então eu fiz minha última apresentação. Eu imagino que exista uma experiência bem diferente com a atuação se você cresce orgulhosa do que fez. Se cresce realizada por seus papéis.”

 

O mundo precisa entender, de uma vez por todas, que crianças não precisam trabalhar se não quiserem. Pais que obrigam os filhos a entrar no mund tóxico e concorrido de Hollywood precisam ser o suporte e não mais uma pressão em cima de tão pouca idade. O que aconteceu com Jenette acontece diariamente com muitas outras crianças ao redor do mundo. Criança precisa brincar e não trabalhar. 

Fique bem Jenette!

O retorno de iCarly ainda não ganhou uma data oficial.