Robin Wright: De princesa à vilã em Donzela

Com personagens poderosos e mensagem importante, Netflix estreia Donzela no Dia Internacional da Mulher e desenha a maternidade através da fantasiosa vida de um dragão.

Créditos: Divulgação Netflix

Em 1987, chegava aos cinemas o icônico filme A Princesa Primetida com Robin Wright e Cary Elwes. Trinta e sete anos depois, a atriz entrega uma vilã no universo de Donzela na Netflix. A “rainha má” de uma “donzela” nada ingênua, apresentada por Millie Bobby Brown.

Para os apaixonados por cinema e fantasia, a transformação de Robin é uma distopia por si só. Crescemos com a imagem da icônica Princess Buttercup e, agora, temos uma vilã fria e calculista que pensa apenas em si mesma. Ameaçada por um dragão, a rainha má entrega Elodi (Millie Bobby Brown) para ser executada nos termos de seus ancestrais.

“Discutimos muito sobre isso e, para nós, foi uma forma de honrá-la também. Não importa se ela interpreta um papel lindo em que ela estava tão inocente e tão brilhante naquela história. É sempre bom descobrir as sombras. É sempre incrível ver uma atriz que fez um papel tão icônico, interpretando o oposto disso.”, disse o diretor Juan Carlos Fresnadillo.

Confira mais da minha entrevista sobre Donzela:

Uma donzela concorda em se casar com um lindo príncipe, mas não sabe que a realeza pretende sacrificá-la para pagar uma dívida antiga. Presa na caverna de um dragão que cospe fogo, ela vai precisar usar sua inteligência e perseverança para sobreviver.

Donzela já está disponível na Netflix.

Leia mais notícias e lançamentos sobre Netflix

Acompanhe também conteúdos diários em nossos canais do YoutubeInstagram e Tiktok
Para apoiar nosso trabalho, acesse catarse/crisepanda 😉