Escolha uma Página

DIA 13 NOS CINEMAS!

Quando soube que haveria um 2º remake do clássico Ju-on, chamado no Brasil de “O Grito” juro que me questionei a necessidade. A resposta após assistir foi: “Nenhuma”. O novo filme não possui nenhuma pretenção, além de alcançar a nova geração com a mesma história batida de pessoas atormentadas após contato com a maldição que as persegue onde quer que vão.

Como remake, o filme tem tudo que é necessário, ele se reinventa, mantendo a essência da história original. Mas acho difícil agradar, muito por sua narrativa. A mim não incomodou, mas a contação de história. misturando linhas temporais convergentes não tem agradado muito os que consomem esse tipo de conteúdo. Veja bem, esse é um ponto muito positivo da trama, mas que tornará a mesma confusa em diversos momentos.

Isso acontece, pois na versão original, a trama linear se passava toda em uma casa assombrada por uma mãe que assassinou toda sua família, onde os “espíritos” atormentam os residentes daquele local, e seguindo-os para onde forem. Já na nova versão a premissa é exatamente a mesma, a diferença é que nesta existem narrativas distintas, de familias distintas que estiveram naquele local, onde uma investigadora precisará amarrar os casos, ao mesmo tempo que ela mesma está sendo atormentada.

Um ponto que não me agrada, mas sei que para muitos fãs do gênero são fundamentais, são os sustos constantes. “O Grito” tem um excesso destes chamados jump scares, ao ponto de você já saber em que momento eles aparecerão.

No elenco temos John Cho, que por si só já diz muito sobre o que esperar, o ator, conhecido por produções do gênero sempre se supera a cada trabalho, e com este não foi diferente mesmo sendo um dos personagens secundários.

Detalhes do clássico estão presentes, o que é respeitável, então aqueles fãs mais fieis, com toda certeza perceberão essas sutilezas. No mais, sem pretensão, vale a pena conferir esta nova versão de “O Grito“. Se a história não te ganhar, pelo menos os sustos são garantidos. 

O Grito chega dia 13 de fevereiro aos cinemas.