Escolha uma Página

Se a primeira temporada de Love, Victor narrou a jornada de Victor em se tornar confortável e assumir sua sexualidade. A segunda temporada explorou as camadas mais complicadas disso, como o que significa ser uma pessoa latina gay.

No entanto, a nova temporada explorou muito os outros personagens dentro da trama; incluindo Felix, que para mim, é um dos arcos mais interessantes e necessários dentro da trama. Começamos esse ano com Lake e Felix vivendo um feliz relacionamento; mas tudo desmorona quando ela decide interferir no tratamento de bipolaridade de sua mãe.

Pilar, irmã de Victor, sempre esteve ali, para tudo que Felix precisasse, até então invisível aos seus olhos. Os dois acabam ficando juntos e Lake se permitindo explorar novas oportunidades com Lucy [uma nova personagem da série].

E é ai que entramos no questionamento, o que o final de Lake representa para a 3ª temporada?

Ao que tudo indica, os criadores de Love, Victor explorarão um novo enredo LGBTQ+; o que é incrível pois se olharmos por essa perspectiva, o simonverse estaria se expandindo e veríamos agora o enredo de ‘Leah fora de sintonia’ [uma personagem bissexual] sendo abordado.

Tal abordagem é mais do que necessária, já que a bissexualidade ainda é um espectro extremamente questionado, inclusive pela própria comunidade.

Com a série estabelecendo uma base sólida para explorar a jornada de Victor com sua sexualidade, faz sentido outra abordagem. Embora tenham origens muito diferentes, as famílias de Lake e Victor têm expectativas muito específicas e heteronormativas em relação a eles. A mãe de Lake é uma famosa âncora de notícias que constantemente mantinha o corpo de sua filha em expectativas irreais. Love, Victor ainda não mergulhou nesse lado da história de Lake, mas é seguro supor que sua mãe sempre a imaginou namorando exclusivamente garotos. Por causa disso, Lake explorar um relacionamento com uma garota provavelmente causará algum atrito com sua mãe. Mas isso é algo com que muitas pessoas se identificam, e é o que faz de Love, Victor tão necessária.

O que vocês acham?

A série segue Victor, um novato na escola Creekwood High, em sua própria jornada de autodescoberta, enfrentando desafios em casa, ajustando-se a uma nova cidade e batalhando com sua orientação sexual. Quando tudo parece demais, ele estende a mão para Simon para ajudá-lo a navegar pelos altos e baixos do ensino médio.

O elenco inclui Michael Cimino, Ana Ortiz, James Martinez, Isabella Ferreira Mateo Fernandez. Nick Robinson, que atuou como Simon no original voltará como produtor executivo e narrador do original Hulu.

As duas temporadas de ‘Love, Victor’ estão disponíveis na Hulu. No Brasil, está previsto para agosto com a chegada do Star+