Na última sexta feira, dia 28 de agosto de 2020, fomos todos acometidos pela notícia do falecimento do ator Chadwick Boseman, o eterno Pantera Negra, Rei T’Challa da Marvel Studios. Em meio à muita tristeza e homenagens em redes sociais, pudemos ver seus amigos de trabalho, principalmente da Marvel nos últimos anos, prestando homenagens e expressando seus sentimentos em posts diversos. Mas, uma ausência acabou chamando a atenção de alguns fãs.

A atriz Elizabeth Olsen, a nossa Feiticeira Escarlate da Marvel, não prestou homenagens públicas ao ator ou à sua família, deixando um silêncio que ecoou na mente de muitas pessoas de forma distorcida e desconfortável.

Olsen acabou recebendo algumas cobranças que passaram do ponto e sua ‘omissão’ foi questionada por muitos dos seus seguidores. Depois de ataques, cobranças, comentários indicando que a atriz estaria tendo uma atitude ‘racista’ ou ‘preconceituosa’ por seu silêncio, ela acabou desativando suas redes, também de forma silenciosa, sem prestar qualquer tipo de explicação.

Alguns fãs, em contrapartida, saíram em defesa da atriz: “Isso é tão doentio que as pessoas não entendem que todos nós choramos de maneira diferente e que as celebridades não têm a obrigação de postar sobre tudo nas redes sociais, principalmente sobre isso”, escreveu uma seguidora.

“Isso é terrível. Sua morte foi um choque enorme para todos, às vezes demoramos um pouco para processar o que acabou de acontecer. E mesmo depois de fazermos isso, nem sempre queremos nos abrir sobre isso imediatamente. Ela tem todo o direito de ser reservada, especialmente porque eles eram tão próximos”, disse outra pessoa.

SETEMBRO AMARELO

É importante reforçar que Elizabeth ainda não se pronunciou sobre ter desativado suas redes ou sobre o falecimento do amigo Chadwick Boseman. De qualquer forma, se faz necessário lembrar que qualquer tipo de bullying ou cyberbullying se faz crime perante à justiça. Em um mês de consciêntização sobre saúde mental, suicídio e transtornos de ansiedade (Elizabeth já comentou em entrevistas que sofre de ansiedade social), é importante lembrar que todos os ataques, exposed e cancelamentos virtuais geram sequelas, muitas vezes, irreparáveis nas pessoas.

Que as redes sociais não sejam mais um reflexo da mente doentia da sociedade para as gerações futuras. Se cuidem!