Último dia de Rock in Rio é marcado por programação dedicada às mulheres

Chegou ao fim mais uma edição do Rock in Rio. Foram sete dias marcados pela emoção do reencontro do público com o maior festival de música e entretenimento do mundo. E para fechar com chave de ouro, o poder das mulheres foi o destaque no último dia com uma programação inteira dedicada ao feminino no Palco Mundo, no Sunset, no New Dance Order, na NAVE, naGamePlay Arena, no Espaço Favela e no Supernova. Uma das maiores divas pop da atualidade, Dua Lipa foi a headlinere conquistou a plateia com show repleto de hits no Palco Mundo. No Sunset, Ludmilla mostrou que é mesmo a rainha da favela e entregou uma superprodução que promete ser lembrada por bastante tempo. No Espaço Favela, o grande destaque foi Lexa – que preparou um show especial para o festival. Já na GamePlay Arena, temas como equidade de gênero no mercado de games e tecnologia foi pauta de um debate com executivas do MIBR, Senac, Ubisoft e Riot. 

Furacão baiano, Ivete Sangalo foi a primeira a subir ao Palco Mundo hoje e fez um verdadeiro carnaval na Cidade do Rock. A veterana abriu a apresentação descendo em um elevador, tocando guitarra e usando um figurino cheio de brilho ao som de “Alegria”. Em um dos momentos mais emocionantes da noite, Marcelo, o filho da artista, assumiu o piano para acompanhar a mãe em “Quando a chuva passar”. Em seguida, Ivete levantou a plateia com “Mundo vai” e “Arerê”, quando foi para a galera, finalizando o show com “Eva”. Uma mega-produção ao mais alto nível Ivete Sangalo. 

A segunda cantora a se apresentar no Palco Mundo foi Rita Ora, uma das mais tocadas do século 21 no Reino Unido, com um setlist formado por músicas como “I will never let you Down” e “How to be lonely”.Ela embalou o público, que não deixou por menos e a acompanhou em vários momentos com braços para o alto reforçando a conexão com a artista. A artista também recebeu uma participação especial. De surpresa, Pabllo Vittar fez uma participação para cantar seu hit “Amor de quê”. Em seguida, foi a vez de Megan Thee Stallion se apresentar – a terceira atração da noite. Vestida de passista de escola de samba, a rapper – que caiu no gosto popular em 2020 quando “Savage Remix” alcançou o primeiro lugar no chat da Billboard Hot 100 – cativou o público com sucessos como “Freaknasty”, “Simon says” e “Big olefreak”. 

Após uma noite memorável de Coldplay no Palco Mundo no sábado, Dua Lipa foi a headliner desta noite e mostrou que é realmente digna do título de diva pop. Acompanhada de seus bailarinos e com um figurino impecável, a artista fez uma apresentação repleta de hits que colocaram o público para dançar do início ao fim e fechou com chave de ouro esta edição do Rock in Rio. Logo na primeira música, “Physical”, a artista levantou a Cidade do Rock, seguindo com canções como “New Rules” e “Be theOne” e fechando com “Don’t start now”

Liniker foi a primeira artista a se apresentar em um show energizante no Sunset. Acompanhada pelo público, a artista cantou sucessos do seu repertório como “Zero” e “Baby 95”. Com a convidada Luedji Luna, a canção escolhida foi “Banho de Folhas”. Em seguida, um tributo à Elza Soares intitulado “Power! Elza Vive”, recebeu Majur, Agnes Nunes, Caio Prado, Mart’nália, Gaby Amarantos e Larissa Luz. Na abertura, a potente música “A Carne” foi interpretada por todos os artistas que participaram da homenagem e surgiram juntos no palco. Em seguida, cada um cantou duas músicas que conquistaram o público na voz de Elza – como “Malandro”, “Dura na queda”, “Saltei de bamba” e “Não-recomendado”, entre outras. 

A co-headliner foi uma das maiores vozes do soul mundial, Macy Gray. A cantora também deixou sua homenagem à Elza Soares quando, logo no começo do show, cantou “A mulher do fim do mundo”. Carismática e divertida, a artista estava à vontade no palco, onde mesclava músicas autorais com covers de artistas como Rod Stewart, Radiohead e Metallica. No final do show, sua voz potente foi acompanhada por um grande coro da plateia na música “I Try”.

Atração mais aguardada do Sunset no Dia Delas, Ludmilla botou pra quebrar mostrando toda sua potência para uma multidão que se instalou em frente ao palco e não parou de cantar do início ao fim do supershow.Com uma produção grandiosa e repleta de convidadas de peso, como Tasha & Tracie, Majur e Tati Quebra Barraco, a cantora brasileira ainda anunciou o início de uma nova era de sua carreira, que será marcada pelo single “TicTac”, em parceria com Sean Paul. 

No Espaço Favela a principal atração do dia foi Lexa. Nascida no subúrbio do Rio de Janeiro, a artista começou a cantar ainda criança por influência da família e, quando adolescente, passou a se apresentar em bailes funk com um repertório que mesclam pop e funk melody. Para ela, estar no Rock in Rio representa um dos momentos mais icônicos de sua carreira.

ACOMPANHE NO YOUTUBE!!

LEIA MAIS SOBRE EVENTOS