Escolha uma Página

ASSUSTADOR!

Ao longo dos anos, são noticiados crimes bizarros, crimes estes que fogem do imaginário e transcendem, nos fazendo remoer e questionar o porque de tamanha crueldade. Seja no Brasil, ou no mundo eles existem, e muitas das vezes são fruto da mente doentia de um Psicopata… No entanto, outras vezes não.

O fato é que enúmeros crimes, foram adaptados para o audiovisual. Com base nisso listamos aqui, algumas destas adaptações. Confira:

1. TED BUNDY

Conhecido por sequestrar, estuprar e matar várias mulheres na década de 70 teve sua história adaptada tanto como documentário (Conversando com um serial killer: Ted Bundy), quanto para o cinema (Ted Bundy – A irresistível face do mal), ambos disponíveis na Netflix.

2. SUZANE VON RICHTHOFEN

O Caso Richthofen chocou e choca o Brasil. Suzane, planejou a morte de seus pais em 2002. Os Pais de Suzane foram assassinados pelos irmãos Cravinhos. Ambos foram condenados em 2006, e permanecem presos até os dias atuais. O caso foi adaptado recentemente em dois filmes que serão exibidos simultaneamente nas salas de cinema, intitulados “A Menina que Matou os Pais” e “O Menino que Matou Meus Pais“. Os filmes mostrarão visões distintas do crime com base nos depoimentos dos envolvidos.

A série mão se baseia somente em um psicopara e sim vários. Ela narra a trajetória verídica de John Douglas, um especialista do FBI, reponsável por traçar o perfil psicológico dos assassinos em série, mostrando a metodologia utilizada por cada um deles, através de relatos.

4. CARANDIRU

O massacre, que aconteceu em 1992 começou com uma briga entre detentos, acarretando na entrada da polícia, levando a morte de 111 pessoas. O filme homônimo, é baseado nos relatos do médico Dráuzio Varella e chegou aos cinemas em 2003.

5. O.J. SIMPSON e GIANNI VERSACE

Ambos os casos foram retratados na série AMERICAN CRIME STORY, adaptando cada temporada com um caso em específico. A primeira temporada aborda o caso O.J. Simpson que foi acusado de matar a mulher e um amigo. Já o 2º ano do show aborda o assassinato de Versace por um serial Killer em 1997.

6. GYPSY ROSE

Em 2015 Gypsy Rose, juntamente com seu namorado tramou e executou o assassinato de sua mãe Dee Dee Blanchard, que possuia Síndrome de Münchhausen. Dee Dee fazia sua filha se passar por mais jovem e fingir estar incapacitada e gravemente doente, sujeitando-a a cirurgias e medicações desnecessárias, além de abusá-la fisicamente e psicologicamente. Gypsy Rose declarou-se culpada do assassinato e, atualmente, cumpre uma sentença de 10 anos. A história foi retratada em um documentário para HBO (Mommy Dead and Dearest) e a Hulu produziu uma série (The Act).

Conhecido por formar e liderar uma seita chamada “Familia Manson”, incitava seus seguidores a cometerem crimes, o mais conhecido aconteceu em 69 quando seus discípulos invadiram uma casa alugada por Roman Polanski, assassinando sua esposa grávida Sharon Tate e mais quatro amigos do casal. As vítimas foram baleadas, esfaqueadas e espancadas até a morte, e o sangue delas foi usado para escrever mensagens nas paredes. Em 71, ele foi condenado por assassinato em primeiro grau e conspiração pela morte de sete pessoas. Sua história foi contada em documetários e mais recentemente no longa: “Era uma vez em… Hollywood“.