A Youtuber Indignada (Ingrid Schmidt) acaba de lançar um projeto de financiamento coletivo para produzir o piloto de sua própria série animada: Contos da Fogueira. 

“O financiamento foi um sucesso e a meta principal foi atingida em uma semana, mas a campanha continua no ar até dia 22 de junho, com metas extras que incluem uma abertura totalmente animada, uma cena animada e o animatic do segundo episódio (pra ser lançado ano que vem). Até a data final, é possível apoiar o projeto e garantir as recompensas exclusivas de cada nível!” – nos conta Ingrid

Confira todos os detalhes do projeto no vídeo abaixo:

A trama acompanha Gui Nakamura, um garoto de doze anos que nasceu com a habilidade de ver fantasmas. Seu poder pode parecer incrível, mas acaba sendo inútil, pois ele fica apavorado quando encontra um. Ao entrar para o grupo de escoteiros de sua cidade, ele conhece Bella, uma garota obcecada pelo mundo paranormal, e Dennis, um garoto misterioso e calado que não se assusta com nada. Juntos, eles passam a desvendar esse mundo sobrenatural enquanto tentam conquistar especialidades e crescer como escoteiros.

Contos da Fogueira foi pensada como uma série animada de aventura e comédia com episódios de onze minutos. O financiamento coletivo tem como meta lançar o episódio piloto em animatic (storyboard animado), podendo, assim, apresentar a obra para o público no YouTube. O episódio piloto mostrará a chegada de Gui no grupo de escoteiros enquanto tenta esconder seus poderes dos novos amigos.

A parte visual do projeto está sendo feita por Dan Velez. Ilustrador, storyboarder e diretor de animação, Dan trabalha há cinco anos no mercado e já atuou em parceria com grandes estúdios de SP como Birdo Studio e Split Studio. Atualmente também trabalha em material original, histórias em quadrinhos e conteúdo para internet. Veja abaixo:

Ingrid Schmidt é publicitária, roteirista e youtuber. Trabalhou na área de Comunicação Interna da Turner Brasil por três anos e atuou como roteirista em séries animadas, com destaque para WeeBoom, do canal Boomerang. Atualmente trabalha como roteirista freelancer e cursa Mestrado em Comunicação Audiovidual na Universidade Anhembi Morumbi. Entrou para o Grupo Escoteiro Carajuru • 53 em 2008. 

“Tenho um carinho especial por Contos da Fogueira. Fui escoteira quando era mais nova, na minha cidade natal, e é uma experiência que gostaria que mais jovens vivenciassem, porque moldou muito a pessoa que sou hoje. Além disso, sinto uma falta de histórias mais complexas e cheias de mistério na animação brasileira. Acredito que esse desenho tenha o potencial de agradar tanto crianças quanto jovens adultos, e ainda funcionar como um porta-voz do escotismo no Brasil.” (Ingrid Schmidt, criadora do projeto).

O financiamento está disponível no Catarse até dia 22 de junho, na modalidade “Tudo ou Nada” e tem como objetivo arrecadar R$10000,00. São oito níveis de apoio diferentes, cada um com recompensas únicas que vão desde agradecimento nos créditos a uma participação especial no episódio piloto.