A terceira temporada de Cobra Kai, que chegou no primeiro dia de janeiro na Netflix, foi um sucesso de audiência. Inúmeras surpresas, redenções, e uma reviravolta que promete muitas emoções, marcaram esse ano.

Contudo, um personagem em especial, teve pouco tempo de tela, principalmente por se tratar de um dos principais, deixando os fãs preocupados. Sim, estamos falando do Robby.

Acreditamos, que a ausência quase que total de Robby no terceiro ano do show, foi quase que proposital, pois o mesmo será fundamental, e a principal reviravolta de Cobra Kai. Mas, Como?

Lidar com os eventos finais da segunda temporada é difícil para todos os personagens de Cobra Kai, mas Robby é ainda pior porque ele foi o catalisador de todas as consequências na terceira temporada. Ele começa a temporada como um fugitivo e termina, como um traidor de seu ex-sensei, Daniel LaRusso. Embora sinta que a culpa é de seu antigo mentor, Robby evita também, estreitar os laços com seu pai e se recusa a aceitar desculpas e ajuda de Daniel. Robby passa a primeira metade da terceira temporada se isolando emocionalmente de todos que realmente querem o melhor para ele.

A história de Robby se perde em todos os demais desenvolvimentos do terceiro ano. Seu personagem não teve tempo de tela para se aprofundar nas mudanças internas com as quais ele está lidando ao longo da terceira temporada. Quando seu pai [Johnny] não aparece para uma visita marcada, ele fica emocionalmente abalado, o que é uma porta aberta para que Kreese seja um exemplo e mentor que ele precisava. Assim como aconteceu com Daniel em The Karate Kid III, Robby opta pelo método Cobra Kai de golpear primeiro para resolver seus problemas. Isso funciona para ele no reformatório, incentivado por Kreese, mas a que custo?

No desfecho da temporada, vemos Robby, se aliando ao Cobra Kai, o que atinge diretamente, desapontando, não somente Johnny, mas também Daniel.

Embora faça sentido ver Robby lutar contra Johnny devido a uma vida inteira de raiva e sentimentos de abandono, é difícil imaginar que Robby, que geralmente é inteligente, não possa ver através da manipulação de Kreese. Quando ele é derrotado por seu pai, a conversão de Robby para o lado de Kreese, e do Cobra Kai, é totalmente completa.

A terceira temporada reflete quase que totalmente, os eventos de The Karatê Kid II. Com a derrota final de Kreese, no final da temporada, parece que a quarta temporada seguirá a história de The Karatê Kid III, quando o próprio Daniel se tornou um aluno Cobra Kai, manipulado por Terry Silver. Parece que Robby seguirá este mesmo caminho, de uma nova maneira; sua história da quarta temporada deve incluir muito mais desenvolvimento do personagem do que antes.

Acreditamos que naturalmente, ou movido por algum estímulo dramático referente ao seu pai, Robby verá a luz e começará a encontrar alguma paz interna, como Daniel fez. No entanto, como este é o mundo do Karate Kid, ele só será capaz de fazer essa mudança com a ajuda do karatê Miyagi-Do, e seu novo parceiro, presas de águia.

E ai, o que vocês acham?

 

‘Cobra Kai’ se passa três décadas após o Torneio de All Valley, de 1984, dando continuidade ao conflito entre Daniel LaRusso (Ralph Macchio) e Johnny Lawrence (William Zabka). A terceira temporada começa após a violenta briga que deixou Miguel em uma situação de risco. Enquanto Daniel procura respostas em seu passado e Johnny busca redenção, Kreese manipula ainda mais seus alunos vulneráveis ​​com a sua própria visão de dominação. A alma do Valley e o destino de cada estudante e sensei estão em jogo.

Todas as temporadas de Cobra Kai estão disponíveis na Netflix .

LEIA MAIS SOBRE SÉRIES