Os poucos 19 anos de Fhelipe Gomes escondem a numerosa carreira do ator brasileiro. Há mais de 10 anos criando personagens para as telas, Fhelipe fez sua estreia com apenas 7 anos e hoje já sonha com uma carreira internacional. 

Fhelipe ficou conhecido após dar vida a Teo, um jovem cego, na novela Cúmplices de um Resgate do SBT. Tempos depois, o ator se aventurou pela Record TV na novela Apocalipse e suas últimas produções na televisão foram na Rede Globo. Natural de Curitiba, Fhelipe comentou o quão impossível era o sonho de atuar na Globo, onde ele hoje já acumula duas novelas (Malhação e O Tempo Não Para). 

Em 2021, o ator fez sua estreia nos cinemas em Um Tio Quase Perfeito 2, filme de Pedro Antonio Paes que conta com Danton Mello e Marcus Majella no elenco. 

Eu fiquei muito apreensivo porque entrei no segundo filme, fiquei com medo da galera de como a galera iria reagir. Eu me senti como se estivesse trocando de escola no meio do ano, chegando no meio de um grupo já formado. Mas a galera foi muito bacana, é uma verdadeira família. O Majella foi um presente, ele sempre ouvia minhas sugestões, fazia as coisas que eu sugeria. Criamos muitas coisas na hora. As músicas do Rodrigo, por exemplo, fui eu mesmo que criei. Eles me deram essa liberdade de criar a música e foi algo que me fez explorar outros dons meus.

Fhelipe esteve presente em um dos maiores assuntos de 2019, o comercial da Renault envolvendo Caverna do Dragão. O ator deu vida a Presto, o jovem bruxo do desenho original dos anos 90. Extremamente elogiado, o comercial aumentou ainda mais a expectativa do público para um possível futuro live-action do desenho.

A gente ficou com medo se o comercial teria uma aceitação do público, porque muita gente achou que era um filme, depois uma série. Ficamos com medo de muita gente ficar decepcionada ao ver que era “apenas” um comercial. Mas a a aceitação do público foi incrível. Eu fiquei muito surpreso porque o público adulto curtiu muito. Meu público é mais infantil, mas eu recebi muito feedback de adultos.

Fhelipe ainda comentou sobre a experiência de fazer filme e suas expectativas para o futuro:

Eu estava muito acostumado a fazer novela e é bem diferente. O tempo é diferente, porque na novela é meio frenético, você as vezes não tem muito tempo para ensaiar, para conhecer a cena. Você não tem tempo de pensar muito e criar, coisa que no filme é mais divertido. No cinema você tem tempo para respirar. Eu quero muito voltar a fazer filme, tenho sonhos de fazer algo de nível internacional. Eu coloquei como meta participar de filme ou série em Hollywood, em Los Angeles. 

Ao final, Fhelipe deu um conselho muito importante:

E eu só preciso dizer para quem estiver lendo isso, acreditem nos sonhos e não desistam. Eu vim de Curitiba e tinha um sonho de fazer uma novela na Globo. Já consegui fazer duas e agora estreei nos cinemas. Acredite nos seus sonhos!

Certamente podemos esperar grandes novidades para o futuro de Fhelipe!