Escolha uma Página

Quem conhece o trabalho de James Wan, sabe que o diretor é especialista no gênero do horror, já tendo lançado sucesso como a saga Jogos Mortais, Maligno e a renomada franquia Invocação do Mal. Rodeado de tantas produções macabras e voltadas para o sobrenatural, Wan surpreendeu a todos quando aceitou o desafio de dirigir Aquaman e o filme recebeu grandes elogios por parte do público fã de clássicos dos heróis. 

Depois de um tempo longe do mundo das séries, James Wan retornou ao estrelato essa semana, com a chegada do seriado Arquivo 81, disponibilizado pela Netflix. A nova série de suspense traz um pouco da característica presente nos filmes de terror do diretor, mas cria uma nova atmosfera em torno do mistério apresentado logo nos primeiros momentos da série. A ideia de Wan foi tirada de um podcast muito popular nos Estados Unidos, que pelas mãos de Wan, se transformou em uma produção que merece destaque na Netflix. 

A história de Arquivo 81 conta um pouco da vida de Dan Turner (Mamoudou Athie), um jovem que trabalha como arquivista e também restaurador de fitas antigas. Enquanto vivia um dia normal em sua vida, analisando materiais dos mais diversos tipos, Dan recebe como trabalho a restauração de uma série de fitas, cujas datas de produção remetem a 1994. Por que a vida de Dan mudaria após algumas fitas de quase 28 anos atrás? Quando confere as imagens, Dan descobre que as fitas são a obra de uma documentarista, Melody (Dina Shibabi).

As fitas revelam a Dan que Melody estava pesquisando sobre uma seita satânica quando tudo mudou. O destino trágico da autora lhe chama a atenção e Dan se torna obcecado por ela. O envolvimento é tanto que ele começa a tentar contato com o lado sobrenatural. A trama fica ainda mais bizarra quando o protagonista resolve salvar a documentarista, que morreu há 25 anos. 

Por mais bizarra que possa parecer, Arquivo 81 ganha na originalidade de sua trama e surpreende. O resultado precisa ser conferido pelo público, pois qualquer tipo de informação aqui poderia se passar por um spoiler. Em oito episódios, é provável que você nem ao menos veja o tempo passar, pois o roteiro é tão bem desenvolvido e produzido, que a série consegue juntar todas as suas pequenas tramas paralelas em algo único. 

Arquivo 81 está disponível na Netflix. 

LEIA MAIS SOBRE SÉRIES