Escolha uma Página

GRANDE DESCULPAS…

Uma das empresas mais valiosas do mundo assumiu na última semana uma prática que a maioria das pessoas já suspeitava, mas que não tinham certeza. A Apple havia revelado que colocava em suas atualizações do iOS algum tipo de programação que deixava os aparelhos iPhones mais antigos deliberadamente mais lentos em “prol da duração da bateria” dos aparelhos.

A empresa disse ter liberado no ano passado, com uma atualização do iOS, um recurso para iPhone 6, iPhone 6S e iPhone SE que limita a performance do smartphone, reduz a demanda por energia nos picos de uso e impede que o telefone apague de repente.

Mas como toda atitude duvidosa, logo vieram as reclamações dos usuários do smartphone da empresa sobre a “falta de caráter” da Apple, o que poderia ser lida nas entrelinhas como uma forma de forçar o usuário a comprar um iPhone mais novo que, consequentemente, é bem mais caro, como o exemplo do iPhone X, que custa US$999 nos Estados Unidos e “módicos” R$6.999 em terras tupiniquins.

Já somando pelo menos 9 processos em suas costas por conta da atitude deliberada de deixar os aparelhos mais lentos (inclusive um em que uma pessoa chamada Violetta Mailyan pede nada menos que US$1 TRILHÃO de ressarcimento com o argumento que a Apple “negou o uso, utilidade e valor do modelo de iPhones mais velhos por culpa da desaceleração da performance“), a fabricante fez um pedido de desculpas um pouco duvidoso por isso tudo.

Em um comunicado oficial, a Apple se desculpou e colocou à disposição dos usuários a troca da bateria de seus aparelhos que vieram a ter sua performance diminuída por tal atualização. E por que duvidosa? Porque mesmo com todo esse “bafafá” a empresa ainda está cobrando US$29 para a troca.

Tudo bem que a troca da bateria dos aparelhos tem um custo normal de US$79, mas ainda assim é querer lucrar mais por conta de um erro criado em uma das suas atualizações.

A Apple diz que ainda vai divulgar mais detalhes sobre esta venda. Ainda não há informações se a troca da bateria a um preço mais em conta chegará no Brasil e nem qual valor em Reais será cobrado nessa troca.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: