O segundo episódio da 2ª temporada de The Mandalorian, “The Passenger”, trouxe de volta uma cena bem conhecida pelos fãs de Star Wars. Em sua busca pela Galáxia, Mando foi confrontado por soldados da República, trazendo um sentimento nostálgico aos fãs. Mas afinal, por que ele foi tratado daquela forma? O que houve com a Galáxia em todo esse período?

Por anos, a Galáxia foi liderada pelo Império, o que causou consequências severas em todas as áreas do universo. A liderança de Darth Sidious deixou marcas, que acabaram sendo combatidas pelas forças da Resistência no futuro. Em O Retorno de Jedi, Luke e Anakin finalmente conseguem eliminar Palpatine da face da Galáxia (ou ao menos é o que pensávamos). Com a queda do Império, a Nova República assumiu o controle e iniciou uma nova era. E é nesse cenário que se encontra a série do Disney+.

As aventuras de Mando (Pedro Pascal) e Baby Yoda se passam 5 anos após os eventos de O Retorno de Jedi e muitos anos antes da última trilogia. No segundo episódio, Mando está viajando a Trask quando é interompido por um par de pilotos da Nova República. Eles querem garantir que Mando não faz parte do Império e chega a falar que “são tempos de tentativas”. As forças do Império eram tão grandes que é improvável pensar que seriam completamente eliminadas e é por isso que Mando é abordado pelos pilotos.

Não é de se esperar que a República tenha precisado de mais de 5 anos para enfim assumir as rédeas do universo.

Ainda precisamos ver o que irá acontecer no futuro para entender melhor onde está o poderio da República.