ESSA HISTÓRIA VAI EMOCIONAR TODOS OS SEUS POROS

Shape of Water (A forma da água) não chegou ainda aos cinemas brasileiros, mas já está fazendo um grande sucesso – grande parte devido aos seus prêmios já nesse começo de ano. A história, de Guilhermo Del Toro, ganhou romantização pela Editora Intrínseca aqui no Brasil e chega às livrarias em fevereiro deste ano!

Richard Strickland é um oficial do governo dos Estados Unidos enviado à Amazônia para capturar um ser mítico e misterioso cujos poderes inimagináveis seriam utilizados para aumentar a potência militar do país, em plena Guerra Fria. Dezessete meses depois, o homem enfim retorna à pátria, levando consigo o deus Brânquia, o deus de guelras, um homem-peixe que representa para Strickland a selvageria, a insipidez, o calor – o homem que ele próprio se tornou, e quem detesta ser.

Shape of Water é também um conto de fadas, uma fábula como as que o diretor está acostumado a recriar, e um romance entre seres de espécies diferentes – o que é uma forte analogia para o mundo xenofóbico ainda existente, além do pano de fundo aqui, ou seria o foco, a paranoia anticomunista. Até mesmo sua abordagem para este tema é diferente, já que a intenção do cineasta, como dito em entrevistas, era criar um filme de monstro no qual a criatura ficasse com a mocinha.

Para Elisa Esposito, uma das faxineiras do centro de pesquisas para o qual o deus Brânquia é levado, a criatura representa a esperança, a salvação para sua vida sem graça cercada de silêncio e invisibilidade. Richard e Elisa travam uma batalha tácita e perigosa. Enquanto para um, o homem-peixe é só um objeto a ser dissecado, subjugado e exterminado, para a outra, ele é um amigo, um companheiro que a escuta quando ninguém mais o faz, alguém cuja existência deve ser preservada.

Uma curiosidade sobre o livro é que ele foi escrito em colaboração com Daniel Kraus que já trabalhou com Del Toro no livro Caçadores de Troll. Diferente do filme, o livro tem caminhos diferentes e Kraus explora mais os personagens, desenvolvendo-os tão bem que conseguimos simpatizar mais ainda com eles! A Forma da Água chega às livrarias brasileiras em 27 de fevereiro de 2018. Quem está ansioso para ler???

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: