2020 foi definitivamente um ano atípico, e pior ainda, um ano ingrato para o entretenimento. Muitas produtoras buscam formas de se reinventar e permanecer firmes e fortes no mercado.

Recentemente vimos a Disney com a iniciativa de lançar alguns filmes que iriam para os cinemas, chegarem ao streaming; e acompanhando essa ideia a Warner decidiu lançar seus filmes nos cinemas (que estiverem abertos) e no streaming simultaneamente.

E agora, uma nova estratégia foi aprovada pelo conselho administrativo de defesa econômica, envolvendo a Universal Pictures e a Warner Bros.

Com a aprovação, a Warner Bros. se tornará a licenciadora e distribuidora dos filmes da Universal no Brasil, tanto nos cinemas quanto demais plataformas de streaming.

Isso indica uma nova movimentação na indústria afim de se manterem ativas e sobrevivendo ao baque que a pandemia trouxe.