Olá Coxinhos! Já postei o que rolou de modo geral no Sustainable Brands Rio 2013, quem esteve lá e minhas impressões abrangentes sobre o evento. Mas hoje é a vez de falar sobre uma palestra que chamou atenção pela delicadeza, pela sensibilidade e principalmente pelo propósito. Estou falando da palestra da grande mulher Camila Valverde, Diretora de Sustentabilidade do Walmart Brasil.

 

Camila Valverde assumiu o cargo no Walmart Brasil após atuar como gerente de Relações Institucionais e da iniciativa Lojas da Comunidade, que atende a necessidades sociais das comunidades vizinhas a operações de atacado e varejo da companhia. Ela também faz parte do Conselho de Mulheres Líderes da companhia e liderou a criação do Movimento Mulher 360, do qual fazem parte empresas e entidades de diferentes setores que, com seu enorme poder de influência, realizam ações que contribuam para promover uma transformação na vida de milhares de brasileiras.

 

Uma das coisas que mais me chamou atenção na palestra da Camila foi a simplicidade das ações que realmente funcionam, que realmente são capazes de mudar a mentalidade do nosso povo. O Walmart Brasil busca incentivar o pequeno produtor, aquele que não utiliza de meios escusos para conquistar um mercado lucrativo. A empresa dá preferência a fazendas e frigoríficos localizados em áreas autorizadas, que não causem desmatamentos e, principalmente, que estejam atendendo todos os pré requisitos de licenças e autorizações governamentais. Acho que agora dá até mais orgulho de comprar no Walmart.

 

Um outro ponto bem interessante foi compreender como a tecnologia é a base do movimento pró sustentabilidade. O avanço tecnológico tem apoiado bastante essa mudança social – seja na prática ou apenas no apoio a uma ideia. No caso do Walmart, foi na prática mesmo. A empresa elaborou um sistema que funciona como uma espécie de filtro. Os fornecedores cadastram os produtores no sistema do Walmart com dados de localização e inscrições municipais e estaduais. Depois é tudo questão de filtro e lógica – o sistema localiza aquele produtor no mapa, informa se ele se encontra em área autorizada para criação, se está realizando algum tipo de desmatamento e, paralelamente, busca os números cadastrais para verificar se o check list de liberações está sendo cumprido.

 

Uma palestra inspiradora que, para as mulheres, tocou um ponto mais profundo ainda. Camila explicou como funciona o projeto Movimento Mulher 360 – o Walmart Brasil busca empregar mulheres, dar oportunidade de revenda para as pequenas produtoras que ajudam a sustentar suas famílias e que merecem estar no mercado de trabalho tanto quanto os homens, com condições semelhantes de benefícios e oportunidades. Uma ação surpreendente e que realmente emociona quando vemos os exemplo de sucesso e mudança na vida de algumas participantes.

 

Amanhã tem mais sobre o Sustainable Brands Rio 2013, não perca nenhum post, ok? Vamos fazer um mundo melhor para nós, para os que já trabalharam demais e para aqueles que ainda nem chegaram por aqui. 😉

 

Você vai gostar também de:

 

sustainable brands rio 2013 the walking dead da vincis demons s01e04 coxinha gourmet 7

 

Perfil Coxinha

Coxinha Nerd

Histórias que nos motivam todos os dias!
A favor dos nerds e contra a tirania dos Kibes.
Facebook | Twitter

Compartilhe: