Você sabe o que é um vinho de guarda?

-por , em 08/09 -
Você sabe o que é um vinho de guarda?

Eu sempre estou aqui no blog, falando das coisas que me agradam, ou das curiosidades que eu encontro pela rede e que de alguma forma chamam a minha atenção. Tenho uma paixão por falar de animais, do Japão e de ciências. Mas esse é o meu lado Nerd de ser. Eu também sou mãe, também sou esposa, também sou adulta. E a adulta em mim aprecia coisas sofisticadas de vez em quando. Uma delas é o vinho! Mas, eu também devo admitir, meu esposo é muito melhor em expor o assunto do que eu. Eu gosto do sabor e do paladar, do prazer da degustação… Ele ama todo o ritual que a prática de se consumir vinho traz. E por isso vou compartilhar com vocês o que eles escreveu sobre o assunto especialmente para nós aqui no blog! Enjoy!

Vinho. Ah! O vinho… Como sou apaixonado por essa jóia, tenho certeza que quando Deus transformou a água em vinho não foi à toa, ele tinha um propósito, e com toda a sua sabedoria e gentileza provou que aquela bebida era mesmo uma dádiva divina. Confesso que durante boa parte da minha vida adulta, não me dei conta desse item nas prateleiras, mas um dia eu resolvi olhá-lo com mais carinho e passei a admirá-lo. E depois que senti o prazer de degustá-lo, logo em seguida passei a ter necessidade de tomar uma vez por semana. Mas ai já era tarde, eu estava infetado pelo vírus que atinge todos os amantes do vinho, passa a ser uma doença boa que vai evoluindo dia a dia e faz com que você procure nos rótulos, as uvas e os fabricantes específicos para o seu paladar.

Sim amigos, paladar. Para se aproveitar ao máximo um vinho, ele tem que casar perfeitamente com seu paladar; o tipo de uva, o tanino certo, a acidez correta, tudo isso tem que ser notado, para que a experiência de se abrir uma garrafa seja única. E por falar em abrir uma garrafa, para mim essa é uma hora mágica! Devo confessar que parece até bobeira, mas é de grande importância, é nesta hora que vamos pegar a garrafa nas mãos como se fosse um bebê, e cuidadosamente ler o rótulo, ver a origem, conhecer o fabricante, conferir a uva escolhida e depois dar uma girada suave para lermos as informações no contra-rótulo. Feito isso, é de praxe uma olhada geral na garrafa para só depois começar o processo de retirada da rolha.

Esse processo deve ser feito com cuidado, muitas vezes iremos abrir um vinho de guarda, significa que vamos abrir aquela garrafa que esta guardada no porão empoeirando por anos, que ficou lá aguardando uma ocasião perfeita, geralmente uma grande comemoração. Enfim todos os cuidados são poucos para uma garrafa desse porte, o transporte deve ser feito com carinho sem batidas nem solavancos, de preferência ao abrigo da luz. Sabe aqueles mineiros que foram resgatados das profundezas da mina há alguns anos atrás? Todos saíram com os olhos cobertos para proteger da claridade, assim também deve ser com um vinho nessas condições, ele passou grande parte de sua existência no escuro e deve ser mantido assim até a hora de ser servido.

Bom, continuando, um vinho de guarda passa por um envelhecimento maior do que os vinhos de mercado. Para conseguir essa denominação, ele tem que ser engarrafado nos primeiros lotes, assim que termina o processo de fabricação e sem conservantes. O líquido puro vai para as barricas de inox, onde começa o envelhecimento e logo depois é transferido para as barricas de carvalho, onde vai descansar por meses ou até anos para adquirir e aprimorar suas qualidades. Após esse descanso segue para as garrafas, onde permanecera até ser aberto. Tal qual um sacerdote do antigo Egito, que é colocado pelos súditos em seu sarcófago para ser descoberto pelas civilizações num futuro distante.

Vinho de guarda

Sei que fui poético nesta descrição, mas é justo, pois sou um enófilo, não sei ser diferente quando se trata de vinhos. A abertura da garrafa merece atenção, desde a escolha dos saca-rolhas até a escolha do prato que ele ira acompanhar. Com certeza você já separou a taça certa e é chegado o grande momento!!!

Com o saca-rolha na mão, você irá acomodar a garrafa em um local seguro e de forma firme furar a rolha até o final, para depois, com delicadeza saáa-la do gargalo, eu gosto de dar uma boa olhada na rolha e até cheirá-la. Além de ser gostoso, ajuda a ver se o vinho não se estragou durante os anos de guarda, pois por azar você pode estar servindo um vinagre em vez de um grande vinho.

Depois de se deleitar com todas essas emoções, você vai colocar um pouco do vinho na taça apreciar a cor, que com certeza será de um rubi escuro quase partindo para um marrom, sinais dos anos passados, colocar seu nariz dentro da taça e cheirar profundamente, para começar a despertar seus sentidos, e em seguida colocar um gole satisfatório na boca, mas não engolir, deverá fazer um bochecho para lavar a boca com o vinho e analisar o que sentiu. Para saber se o vinho atingiu as expectativas e casou com seu paladar, ele não deve arder muito sua boca e deve deixar um gostinho agradável após ser engolido, se alguns desses itens não forem satisfatório, você poderá não gostar do vinho, mas isso não significa que tudo está perdido! Um bom vinho, harmonizado com um prato que te agrada muito, irá te deixar extremamente feliz e com certeza é um prazer que você deve ter e merece ter.

Meu Nome é Fábio Cavalcante, a minha esposa é a Luciana Fogo e minha filha a Larissa Fogo, ambas são colaboradoras aqui do blog. Sou amante dos vinhos, Fã de Pizza.

Eu falei, não foi? E depois de toda essa poesia sobre os prazeres de um vinho de guarda – o vinho de guarda tem esse nome por sua necessidade de um período mais longo de envelhecimento, por conta deles vem o mito de que quanto mais velho, melhor o vinho. Na verdade não é assim. Um vinho de mercado deve ser consumido em média em até um período de quatro anos, pois fica exposto a  luz e até mal armazenado muitas vezes, mas é produzido para aguentar esse tratamento. Um vinho de guarda tem todo um estudo da safra, todo um cuidado a ser tomado e um período que costuma ser indicado em seu rótulo para permanecer intocado antes do consumo, para chegar ao ponto certo de maturação (ok, a parte teórica eu sei bem, kkkk) – eu estou desejando uma taça de vinho, e você? Saúde!

Para acompanhar as novidades e curiosidades do mundo pop/nerd, acompanhe a gente pelas redes sociais e inscreva-se em nosso canal no Youtube, os links estão aqui embaixo!

Facebook Instagram Snapchat Twitter Youtube

Luciana Fogo
por

Luciana Fogo

Chocólatra assumida, sou também uma viciada em livros e totalmente capaz de virar a noite com uma boa história! Mas o meu maior amor é ter INFORMAÇÃO! Pergunte que eu descubro!

Recomendamos para você