TWD: Canibalismo, morte e cura!

-por , em 29/10 -
TWD: Canibalismo, morte e cura!

Não me canso de falar e não me importa se estou sendo repetitiva, mas esta quinta temporada de The Walking Dead está simplesmente fantástica. E não é só opinião minha, tenho visto nas redes sociais, durante a exibição dos episódios na FOX, principalmente, os fãs estão enlouquecidos, e com razão. A sensação que eu tenho é que tanto o roteiro, quanto a estrutura dos episódios receberam atenção especial para esta temporada. Tudo está sendo milimetricamente calculado, as emoções, os sustos, o ritmo, as descobertas, os diálogos e, sinceramente, depois de cinco anos de exibição, a série ganhou meu respeito.

Eu sempre assisti The Walking Dead por causa da história, gostava do enredo como um todo, mas sempre critiquei algumas coisinhas de estrutura. Agora posso dizer que a série está em pé de guerra com Game of Thrones e não era para menos, canais como HBO, History Channel (com Vikings, por exemplo) e até mesmo o Netflix (com House of Cards e Orange is the new black) estavam ocupando mais a mente dos fanáticos por série por conta da qualidade de suas produções. Finalmente a AMC cresceu e apareceu. A turnê mundial (que passou pelo Brasil e nós fomos, assista aqui!) para anúncio da quinta temporada já era um prelúdio do que veríamos na TV.

maggie e glenn

Agora falando do episódio de ontem… Sensação de dever cumprido com o personagem Rick. Reclamo do cara desde a primeira temporada e estou vendo, finalmente, a que ele veio. Eu sei que ele tem quilhões de fãs das HQs e tal, mas nem ligo gente, ele era um pé no saco sem limites na série. Agora não, o personagem evoluiu, os monstros internos de sua mente perderam a batalha e esse cara, esse Rick da quinta teporada, é um verdadeiro personagem de resistência e sobrevivência que me permito torcer. Maggie e Glenn, finalmente mostraram que são exatamente aquilo que eu sempre falei, dois moscas morta que não evoluem porque não querem. Vamos acordar para a vida e ver que o mundo mudou? Enfim, agora eles estão indo para Washington com aqueles três detentores da cura! Um motivo bem “ok” para mostrar a trajetória deles até lá. Acompanhemos…

twd

Não posso dizer que fiquei muito triste com a morte do Bob, até porque, ele foi extremamente produtivo até o último momento, quando conseguiu “zoar” o grupinho canibal que estava seguindo o pessoal do Rick. Mas, convenhamos que baixas a esta altura do campeonato são bem ruins, ainda mais quando se tem que cruzar o país a pé, tendo que lutar com incansáveis hordas, mas temos que superar. A invasão do grupo canibal foi bem tensa, novamente, bato palmas para a produção do episódio, eles conseguiram passar através das gotas de suor e barulhos inesperados, a tensão daquele momento ali dentro da igreja. Impressionante. Mas o melhor de tudo foi quando Rick retornou com o pessoal e surgiu no meio da escuridão para atormentar o grupo do Terminus. Confesso que gritei neste momento.

Não acho que a matança tenha sido demais, como Maggie, Glenn e uma boa parte dos fãs da série acharam. Como eu disse antes, e acho que todo mundo que joga RPG sabe muito bem disso, em um estado de sobrevivência, de guerra, de “face” contra “face”, o negócio é matar ou morrer. Não tem escolha. Naquele momento ali, os caras deixaram de ser humanos e se tornaram animais completamente perigosos, acho que a escolha de Rick foi correta sim, até porque, em todas as oportunidades que ele teve de tomar uma decisão assim, ele declinou e se arrependeu depois. Serviu de lição, pelo menos.

Uma pausa para a aparição de Daryl no final do episódio, saindo do mato e com uma expressão completamente assustada!! Como assim o episódio termina nesse suspense todo? Ficamos aqui, agora, esperando loucamente o próximo episódio! Vejam o teaser abaixo e já sintam o drama que vem por aí….

Comentem aqui embaixo o que estão achando da quinta temporada e o que acharam deste episódio! Beijos!

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você