Antes das criaturas fashion e assustadoras de Monster High dominarem a programação do Cartoon Network e a mente das meninas pré-adolescentes do mundo todo, uma turminha do barulho já causava confusões de arrepiar para o público infantil. Soou muito Sessão da Tarde? De qualquer forma, vamos aproveitar a semana do Halloween para falar desses monstrinhos da Turma do Arrepio.

 

Criada por um designer , a Turma do Arrepio estreou nas bancas de jornal em 1989 e teve 43 edições publicadas pela editora Globo, além de um almanaque. Usando monstros clássicos dos livros e do cinema, contava histórias divertidas e mostrava para a criançada que monstro não existe só para assustar.

 

Turma do Arrepio em Quadrinhos!

 

A turminha era composta assim:

 

A bruxa Medeia, mandona e de temperamento forte. Detesta quando suas mágicas dão errado, o que acontece com frequência pois ainda não domina totalmente seus poderes.

 

O vampiro Draky, neto mais novo de Dracula, é o intelectual do grupo. Vaidoso, cuida muito bem de seus dentes (também por medo de ir ao dentista…).

 

A múmia Tuty, de 4.500 anos, que adora curativos e fitas adesivas, tem alergia a pó e medo de traças.

 

Stein, o garoto biônico construído pelo Dr. Frankenstein. Talvez por herança de seu “pai”, tem um quê de cientista maluquinho, inventando máquinas doidas e consertando tudo, até o que não está quebrado.

 

Turma do Arrepio na Rede Manchete!

 

Luby, o Lobisomem, ou seria lobismenino? Se amarra num bom hambúrguer e colocar para correr carteiros e entregadores.

 

Além disso, a turma tem as mascotes Belfedo, um morcego da tia de Draky, e Dragmar, a dragoa de Medeia.

 

Além de sua publicação em bancas pela editora Globo até 1993, a Turma do Arrepio voltou em 2009 pela editora As Américas, e teve oito edições. Além disso, em 1995, a extinta rede Manchete exibia sua série live action e, quem quiser matar a saudade, confiram o vídeo abaixo.

 

 

Perfil Bruno

Bruno Pinotti

Nerd, colecionador de quadrinhos e espectador de quase todo canal infantil da tv à cabo.
Facebook | Veja o curta!

 

Compartilhe: