Antes tarde do que nunca: True Blood!

-por , em 16/07 -
Antes tarde do que nunca: True Blood!

O review do quarto episódio da sétima e última temporada de True Blood demorou, mas saiu. Curti a passagem de história, mas só eu estou achando que está uma encheção de linguiça sem limites? Eu realmente considerava a série ótima, uma das coisas mais divertidas de fantasia na TV, mas desde que Bill se transformou em alguma-coisa-pseudo-Deus, que eu não vejo mais o roteiro caminhar para a luz. Estou achando a mudança de postura da Sookie meio tardia, a reflexão sobre o passado de Eric com muita cara de despedida e Bill meio aleatório. Sei lá, ainda mais agora que os “vilões” da temporada já morreram, será que teremos mais coisas boas surgindo ou um marasmo sem fim até o final?

Uma das coisas que não curti muito nesse episódio foi o rodopio de Sookie em diversas casas, resolvendo todos os problemas. Não saquei ainda qual é a dessa última temporada com relação a ela, to achando meio chato esse negócio de redenção. Ela quer aprovação da cidade toda? Ela realmente se considera culpada por tudo? Preciso mesmo concordar com a Pam mais uma vez: A Sookie parece um fungo que não para de crescer e se multiplicar, menina chata demais, meu Deus!

sookie

Além de tentar resolver todos os problemas da cidade, a menina agora tomou uma postura de: todo mundo vai fazer exatamente o que eu mando, porque quem manda nessa p* sou eu! Ela foi na casa de todo mundo, criticando, intimando, fazendo sofrer, sei lá… Se era para eu tomar antipatia maior do que a que eu tinha, conseguiram. Além de Sookie ser uma chata de galocha, ainda está sendo extremamente insensível com relação à morte de Alcide, achei de um péssimo tom tudo. O cara era completamente apaixonado por ela, e, como todos os outros, fazia tudo para ver a fadinha feliz. Mas ela conseguiu sofrer mais com a doença do Eric do que com a morte do Alcide – papinho isso.

locadora

Uma pausa para elogiar os flashbacks de Eric e Pam. Incrível saber como tudo começou, como ele se tornou um xerife da área 5, como Pam era uma aproveitadora da pobre Ginger e como o Fantagsia começou. Adorei a sutil passagem de década (fita para DVD) e a justificativa longa durante todo o episódio, só para mostrar como os vampirinhos amigos de Sookie salvariam Arlene da morte pelas mãos dos malucos do Hep-V. Enfim, a única coisa que está prestando nessa temporada, até agora, é a história do passado de Eric e Pam. Vamos ver como isso tudo termina…

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você