Olá seus lindos! Segundo episódio da sexta temporada de True Blood e parece que os fãs resolveram reclamar mesmo da série que, antes, abalava os corações de todos os apaixonados por vampiros ao redor do mundo. Nada muito diferente dos seriados de maior sucesso que bateram esta marca de temporadas. Os fãs se cansam, os produtores e roteiristas começam a chover no molhado e, parece, que não existe mais tolerância para esse tipo de coisa.

 

O primeiro episódio da sexta temporada bateu 4,5 milhões de telespectadores, 13% a menos do que a estreia da temporada anterior – mas recuperou um pouquinho sua marca, aumentando para 5,6 milhões, com as reprises de durante a semana. A quinta temporada já havia terminado com “menor” audiência, o último episódio havia marcado 5,2 milhões de telespectadores. Será que isso reflete o cansaço com relação à seis temporadas ou uma impressão massante da história em si?

 

Não sei qual a impressão de vocês, leitores da Coxinha, com relação à série, ainda consegui me impressionar ontem, enquanto assistia ao segundo episódio, nas redes sociais, pessoas perguntando do que se tratava a série. Bom, se ainda tem gente que nem ouviu falar em True Blood, o que será que eles estão fazendo de errado? Acho que a história tomou um corpo diferente do começo sim, mas isso acontece em todas as séries, na reta final a história acaba ficando mais encorpada, os personagens já estão mais solidificados e tudo é feito para quem já mergulhou naquele mundo e não mais para apresentar fatos e fatores. True Blood, não desisti de você e não é agora que o farei, vamos juntos até o final!

 

true blood bellafleur

 

Andrew Bellefleur está pagando seus pecados por ter transado com uma fadinha sem camisinha no final da quarta temporada. Ele teve que arcar com as consequências de ter uma ex-peguete grávida na quinta temporada dando à luz e sendo ajudada por sua namorada atual. Agora, precisa dar conta de suas filhinhas meio-fadas que crescem em um ritmo acelerado demais para ele. As crianças são fofas demais, Terry e Arlene estão ajudando Andrew no que podem, mas o novo xerife de Bon Temps anda perdendo mais cabelos ainda. Estou achando esta parte do seriado mais descontraída, Andrew já pagou muitos pecados até hoje, estão dando uma colher de chá para ele.

 

true blood sookie

 

E parece que até a Sookie cansou de ser Sookie, a menina-problema que não consegue ficar um minuto sem se lamentar por alguma coisa. A personagem pára-raio de problema, em mais um dia de trabalho normal, como sempre, não foi trabalhar. Porque? Simples, vindo de Sookie já dá até para saber porque. No meio do caminho tinha um menino-fada, tinha um menino-fada no meio do caminho. O rapaz estava ferido porque um vampiro o havia mordido, normal né? E o que nossa heroína chata fez? Pegou seu desconhecido menino-fada, levou-o para sua casa, tratou de seu ferimento e, de quebra, foi cantada pelo carinha. Normal, mais um dia na vida de Sookie. A única coisa que mudou, desta vez pelo menos, é que ela negou aos encantos e não, não foi para a cama com mais um ser sobrenatural. Ufa hein Sookie? Está aprendendo a se controlar nossa fadinha chatinha preferida.

 

Bom, paralelo aos acontecimentos normais do dia de Sookie, ao chegar em casa a noite, ela ainda encontra seu avô-fada-sumido-há-zilhões-de-anos de banho tomado, morrendo de fome e super empolgado com Jason tramando como vão, juntos, matar Warlow. O vovô fada explica ao Jason e à Sookie que ele é da família real das fadas – eles tem o fae original. Ele viu sua vila sendo dizimada por Warlow há séculos atrás, quando tinha 4 anos mais ou menos. Ele foi o único que sobreviveu, seu gen pulou algumas pessoas e acabou caindo de paraquedas na vida de Sookie. Tudo bem, a menina tem sorte desde que nasceu.

 

Explicando ainda que ele é rei e Sookie é princesa fada, ele explica que ela pode lutar contra Warlow com sua luz mágica de família real. Um tipo de supernova, mais poderosa do que o sol e qualquer outra coisa que é capaz de matar qualquer vampiro que encoste nela. Enfim, o velhote ainda disse que se Sookie utilizar esta luz, por ser meio fada, ela deixa completamente de ser fada, será? Será que esta é a oportunidade de Sookie viver uma vida normal? Veremos, veremos, só sei que ela está treinando igual uma louca porque né, essa menina adora uma briguinha.

 

true blood governador

 

O governador…Um capítulo à parte. Tudo bem que toda temporada de True Blood tem um hater personalizado, este aqui é o hater da vez. Mas ele é um hater diferente, já que já demonstrou saber que existe uma possibilidade dos vampiros vencerem esta guerra e já se adiantou fazendo investimentos pesados em fábricas de TruBlood. Bom, Eric com sua ingenuidade que nasceu na quarta temporada, resolveu invadir a casa do governador e enfeitiçar o cara para que ele abandonasse sua guerra contra vampiros. O que ele conseguiu com isso? Basicamente nada, só ser expulso de lá porque nosso vilão da vez desenvolveu uma lente de contato anti-enfeitiçamento. Bom, valeu a tentativa Eric.

 

Já que não vai por bem, vai por mal então, ao estilo original de Eric, o maligno. Ele esperou a filhinha do governador tirar sua lente, apareceu em sua janela, imitando Dawson e a enfeitiçou. Como todo vampiro sem escrúpulos, mas cheio de boas intenções, ele fez a menina o convidar para dentro da casa e prometer que seria bem obediente às suas ordens. Clap clap clap Eric. Agora sim você mostrou para o mundo inteiro quem é que tem boas ideias. 😉

 

true blood bill

 

Bill também acabou se tornando um capítulo à parte. Depois de ser invadido por três mulheres de corpo com sangue, ele entrou em um transe maluco que deixou Jessica completamente desnorteada. Ele sentou, com a cara cheia de sangue e ali ficou por horas. Ele foi levado – ou um pseudo-ele – para um encontro com Lilith, a verdadeira. Lá, Lilith lhe disse que ela não é deus e ele, muito menos. Ela foi criada por Deus, aquele que conhecemos mesmo, junto com Adão e Eva. Ela está hoje sendo representada por Bill, já que ele venceu a luta por seu sangue, mas ele não é ela, ele não é Deus. É mais ou menos assim: “Bill, você vai assumir as responsabilidades de um gerente, vai ter equipe, trabalhos e muitas reuniões para fazer, mas continuará sendo chamado de assistente administrativo e, inclusive, continuará recebendo assim”; Entenderam? 😉

 

Bom, Bill tirou algumas de suas dúvidas, Jéssica sentou, rezou, chorou e esperneou, quando, de repente, Bill levantou e descobriu que… Por essa vocês não esperavam: ele agora consegue prever o futuro. E qual a segunda previsão que ele fez? Todos os nossos amigos vampiros, aqueles que aprendemos a amar, defender e torcer a favor, trancados em uma cela, sendo queimados pelo sol. Noooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo! Ele ficou tenso, Jessica ficou tensa e eu fiquei tensa. Algo mais?

 

Tem gente que não está gostando mesmo desta temporada, mas assim, whatever. Eu estou gostando, deve ser muito difícil manter um ritmo linear em todas as trocentas temporadas, por isso aplaudo por eles conseguirem manter a história com novidades ainda, com descobertas e com caras e bocas diferentes para a Sookie. Isso já me deixa feliz. 😉 Ansiosa para o terceiro episódio, mesmo sabendo que eu deva estar sozinha nessa.

 

Você vai gostar também de:

 

true blood s06e01 woodburry red wedding da vincis demons lucrezia

 

Perfil Coxinha

Coxinha Nerd

Não desanime, vamos juntos!
A favor dos nerds e contra a tirania dos Kibes.
Facebook | Twitter

Compartilhe: