Gostei muito do sétimo episódio de The Last Kingdom!! Resumindo, assim como nos livros, a série deu uma grande reviravolta para nos provar o quanto o destino é inexorável e que a fé pode ser moldada às suas necessidades. Demorou uma semana para acontecer a luta entre Uhtred x Leofric, como terminou no sexto episódio. Foi sensacional a demonstração de dois guerreiros empenhados por suas sobrevivências. Usando tudo que tinham direito no combate – espada, sax, lança e platéia! Foi tanta atenção e fé na paz, que Alfredo fez, pela ultima vez, algo que jamais voltará a fazer: Virar as costas para seus reais inimigos.

Ragnar e Guthrum invadiram Wessex em um ato de surpresa. Milhares de Dinamarqueses matando, roubando e estuprando – o bom é que a disputa até a morte de Uhtred e Leofric foi cancelada. Eles se escondem e acabam salvando Hild, que estava sendo atacada por dois Dinamarqueses. Na fuga, encontram Brida e é perceptível o quanto Uhtred fica divido, entre caminhar ao lado de seu irmão de consideração – Jovem Ragnar – e manter seu juramento à Alfredo – por mais que ele não saiba se Alfredo está vivo ou morto. No meio de todo esse caos, no livro, ele tem uma fala que se repete muitas vezes na história, onde os juramentos foram criados para os homens conseguirem viver e ter novas conquistas, o homem que não cumpre com sua palavra, não merece ter nada.

Uhtred foge para uma região pantanosa, com Leofric, Hild e Iseult. Eles avistam padres sendo perseguidos por alguns Dinamarqueses à cavalo. Eles salvam os padres e, para sua surpresa, vestido de padre estava o próprio Alfredo! Por mais que Uhtred estivesse cheio de raiva do rei, uma coisa não podemos questionar… As três velhas fiadeiras, que tecem o destino de todos, tem planos muito grandiosos para Uhtred e Alfredo ao tecer o destino dos dois em um momento como esse!

Brida

Alfredo tem um problema – E meu parabéns para a atuação de Alfredo, um verdadeiro show foi dado nesse episódio – o filho mais novo dele, Eduardo, está muito doente e prestes a morrer. Somente uma pessoa pode ajudá-los: Iseult – mas os dogmas da Igreja proíbem que uma pagã atue sobre a criança. Uhtred consegue convencer Alfredo de que salvar Eduardo não é se voltar contra o cristianismo, mas sim provar que, assim como uma Wessex sem esperança de viver, se Eduardo sobreviver nada mais é do que o Deus cristão agindo de formas desconhecidas pelo homem. Porém, Iseult deixa bem claro para Uhtred que, para Eduardo viver, a vida de outra criança será tirada. Uma madrugada se passa e no dia seguinte, Eduardo está completamente curado e o exército de Alfredo o encontra. Mas, algum bebê inocente morreu.

Amigo do Uhtred

É hora do contrataque, para reduzir o exército dinamarquês, Uhtred arma uma cilada com Eófer, um dos melhores arqueiros Saxões, para eliminar 20 navios dinamarqueses – essa parte foi igual ao livro!

Esposa do Alfredo

O próximo episódio vai ser épico! A grande batalha de Ethandun! Mal posso esperar… A série evolui a cada episódio. Tenho só duas críticas a fazer: a ausência da surra de enguias que a esposa de Alfredo, Aelswith, toma para se colocar em seu lugar. E a substituição de cenas em navios para cenas a pé! A BBC precisa urgente de mais verbas pra essa série, porque substituir todas as cenas com barcos diminui muito a emoção. Acho que se a temporada vai para na Netflix, aumenta a audiência e é bem capaz de melhorar a segunda temporada! Vamos torcer!

Alfredo e Eduardo

E você, o que achou do episódio? Deixe nos comentários suas opiniões!

Compartilhe: