The Walking Dead: Despedidas [Spoiler]

-por , em 17/12 -
The Walking Dead: Despedidas [Spoiler]

E cá estamos nós, prontos para contar como foi o quarto episódio da terceira temporada de The Walking Dead. Posso dizer que este episódio foi, para mim especificamente, bem conturbado. A começar que não conseguimos baixar na segunda feira o episódio e por isso aguardamos até terça a noite para assistir na FOX – sabe o que isso significa? Zilhões, trilhões, quadrilhões de spoilers pipocando nas páginas do Facebook e do Twitter! Mas era tanto spoiler que eu até desisti de abrir as redes sociais, para não estragar mais o que já estava estragado!

 

Mesmo sabendo das duas mortes que teríamos neste episódio, posso dizer que ainda me surpreendi. Mas antes de falar sobre o episódio em si, gostaria de esclarecer algumas coisinhas. No polêmico post anterior sobre o terceiro episódio, muitas pessoas criticaram a palavrinha Spoiler que coloco no título, dizendo que isso não é spoiler, é apenas a descrição do episódio e a minha opinião pessoal sobre as coisas. Preciso apenas esclarecer, que mesmo passando aos domingos nos Estados Unidos, estando liberado na internet na segunda feira e passando na FOX nas terças feiras, muitas pessoas não conseguem assistir nesses dias, e se eu vou contar sobre fatos do episódio e falar minha opinião sobre o que pode acontecer, em respeito a essas pessoas, preciso informar que temos spoilers aqui sim! Agora vamos ao que realmente interessa:

 

 

Eu sei que sempre critico a Lori em meus posts e não nego nada do que disse até esse momento, para mim ela sempre foi uma personagem dispensável. Quando eu li ontem no Facebook que ela morreria no parto e quando vi os 500 mil comentários no post anterior dizendo a mesma coisa, confesso que não me importei nem um pouquinho. Achei que eu fosse ficar chocada (pelo menos um pouquinho) com a cena do parto, mas nada me impressionou muito. O momento que mais chorei, aliás, o único momento que chorei foi quando Maggie saiu do prédio do presídio com o filho (ou filha) de Lori nos braços junto de um Carl cabisbaixo e armado. Maggie visivelmente arrasada, Carl extremamente modificado pelas condições que está vivendo e Rick desesperado. Esse triângulo, justamente com a belíssima filmagem que esta terceira temporada está tendo, a música, a emoção do momento e os gemidos inconformados de Rick me deixaram bem emocionada. A cena serviu para provar mais uma vez que o mundo mudou, fato que nem todo mundo havia entendido ainda, mesmo com uma primeira e segunda temporadas no histórico. É incrível como a sensação de realidade e crescimento está tomando conta da história. Estou amando esse amadurecimento do roteiro.

 

 

Eu sei que vou parecer insensível mais uma vez, mas a morte de T-Dog, para a trama em si, não é tão importante. Reconheço que o cara era super do bem, o discurso dele para o Rick no episódio de ontem sobre não querer abandonar os prisioneiros teve meu total apoio, a resposta que ele deu ao ser questionado sobre qual sangue queria que sujasse suas mãos, enfim, a trajetória do personagem foi única, completa e 100% saudável para o contexto. Mas é aquele tipo de personagem curinga, que o roteirista deixa para matar em um momento oportuno omo foi ontem. Ele não tinha vínculos profundos com ninguém do grupo, ajudava bastante, mas não fará muita falta como outros que já morreram. Adorei a forma como ele se jogou no meio dos zumbis para salvar Carol, esta, com certeza, será eternamente grata (ou não).

 

Nem preciso dizer que eu achei mesmo, de verdade, que Hershel mais uma vez ia para o beleléu né? O cara tem 1000 vidas. Ele, andando de muletas pela primeira vez, no meio de um campo aberto sendo atacado por zumbis, conseguiu sobreviver e de quebra ainda matou um zumbi fuxiqueiro que o seguiu até a escada do prédio do presídio. Esse roteirista é um fanfarrão mesmo, só falando assim! Das duas uma, ou ele terá uma morte espetacular mais para frente ou ele será extremamente na trama daqui para frente, porque na minha mente, que não é a do roteirista, ele não deveria ter sobrevivido nem à primeira mordida, mas vamos esperar que eles me surpreendam.

 

 

Rick está mais duro, mais ditador, mais assassino e muito mais líder! Sou fã desse cara agora! Muita gente pode achar que o choro dele ontem foi por causa da morte de Lori, mas acredito mesmo que mais para frente ficará claro para todos que sua estrutura foi abalada quando viu a arma na mão de Carl e o rostinho de seu filho, duro e insensível, transparecendo o que havia acabado de fazer. Cada coisa em seu lugar, seu amor por Lori já havia acabado, sua dignidade como pai não. Tenhamos em mente que Carl provavelmente se tornará parte fundamental do grupo (e de quebra ainda vai pegar a loirinha filha do Hershel né?). Rick está agora cercado de pessoas que tentarão ajudar na recuperação de seus sentimentos, mas acho que ontem, foi a última vez que vimos Rick com algum tipo de demonstração de sentimentos. Agora ele está realmente preparado para encontrar um cara como Phillip, O Governador! Estou ansiosa para o que está vindo pela frente!!! Muito ansiosa!!!

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você