Recentemente chegou à plataforma de streaming Starzplay, a anatologia The Act, focada em contar casos reais e o primeiro caso escolhido, para esta primeira temporada foi o do assassinato de Dee Dee Blanchard, morta por sua própria filha Gypsy.

A riqueza de detalhes tanto na trama, quanto na caracterização de Joey King, Patricia Arquette e Calum Worthy, fez dessa série um verdadeiro sucesso e digna de tantas indicações às premiações.

Veja abaixo as semelhanças:

Entenda a história:

Em Julho de 2015 Dee Dee Blanchard foi encontrada morta a facadas em sua casa em Springfield, mas o que causava estranheza era o fato de sua filha, que segundo Dee Dee sofria de leucemia, asma, distrofia muscular e outras condições crônicas que alteravam sua capacidade mental.

Devido diversas mensagens no facebook de Dee Dee, os vizinhos chamaram a polícia e acreditaram que Gypsy poderia ter sido sequestrada. No dia seguinte, a polícia encontrou Gypsy Rose em Wisconsin, lugar para o qual viajou com o seu namorado virtual Nicholas Godejohn.

Após diversos exames descobriu-se que na verdade Dee Dee sofria de Síndrome de Münchhausen, um distúrbio mental em que um dos pais ou outro cuidador exagera, fabrica ou induz uma doença para que uma pessoa receba atenção. Com isso ela mentiu por anos a idade de Gypsy, que quando cometeu o crime tinha 23 anos, além de sujeita-la a cirurgias e medicações desnecessárias, além de abusá-la fisicamente e psicologicamente.

Gypsy atualmente cumpre pena de 10 anos, e se declarou culpada. Já seu namorado Nicholas, foi condenado em 2018 por prisão perpétua.

The Act já está disponível no Starzplay.