Na última semana tivemos dois traumáticos fins de série. Um foi final de temporada apenas, mas que deixou um gostinho meio amargo na boca dos fãs. Outro foi fim de série mesmo, daqueles que esperamos nove longos anos para ver o que vai acontecer. Pois é, duas das séries de maior sucesso da atualidade conseguiram me desagradar tanto que nem consegui escrever direito sobre elas logo depois que tudo foi ao ar, precisei de quase uma semana para assimilar tudo e digerir com cuidado cada informação, senão meu post seria um poço de reclamações… E ninguém merece esperar nove anos para escrever apenas reclamações sobre a série né? Mas vamos aos fatos sem mais delongas! 😉

Uma das séries mais aclamadas de todos os tempos, considerada uma comédia perfeita, seguindo os passos brilhantes da série de maior sucesso dos anos 1990, Friends, mais premiada que todas as outras nos últimos nove anos, essa é How I Met Your Mother e sua fórmula que deu mais do que certo, conquistou o coração de todos os fãs! Acompanhamos por nove anos a história de Ted Mosby, um cara simpático mas cheio de esquisitice, manias e completamente nerd. Acompanhamos a história que ele contava para seus filhos sobre como havia conhecido a mãe deles, sua esposa, a mulher que ele amaria incondicionalmente.

how i met your mother serie finale

Sabe o que é você passar uma temporada inteira acompanhando um casamento, acreditando em um amor e no final das contas ter o gostinho de “fui enganada”? Pois então. Foi mais ou menos isso que aconteceu comigo quando acompanhei a nona temporada da série e passei a amar cada dia mais o relacionamento de Robin e Barney. Acreditei que eles haviam nascido um para o outro mesmo, que Ted ficaria feliz com sua esposa e gente, sério, passei a amar cada partezinha da esposa de Ted! Mas aí, um roteirista sem alma, coração e mãe, vem no último episódio e acaba com o casamento de Barney e Robin logo nos 30 primeiro segundos. Não satisfeito, ainda coloca a esposa de Ted morrendo em 10 segundos e um Ted maluco, como no primeiro episódio, batendo na porta de Robin com o pênis do Smurf em suas mãos (entendedores, entenderão). Não dá gente. Definitivamente não dá.

Continuo amando How I Met Your Mother da mesma forma, verei novamente 500 vezes tudo se possível for, mas fiquei com gostinho amargo na boca depois do último episódio. Queria que tudo tivesse sido bem diferente do que foi. Mas como não podemos mandar nas séries que amamos, vida que segue. Vamos falar da próxima série que me amargou a vida na última semana agora.

the walking dead

The Walking Dead teve minha paciência durante toda a quarta temporada, enquanto a maioria dos fãs brigava e lutava contra o novo rumo do roteiro, eu defendia, entendia e até aplaudia a história e seu rumo. Estava curtindo a divisão de grupos, os sobreviventes aprenderam demais sobre suas qualidades e seus defeitos nesta caminhada. Estava ansiosa para ver Terminus e todo o enigma criado em torno dele. Adorei a analogia do Rick explicando sobre a armadilha para Carl e Michonne, ali já dava para ver que com certeza o terminal não era uma coisa muito boa.

Adorei tudo, achei bem pensado, inteligente, estratégico e com uma tonalidade bem diferente do que estávamos acostumados. Então o que eu não gostei? Bom, não gostei de como trataram o último episódio. Eu sei que é legal ser enigmático no final da temporada, para deixar gostinho de quero mais e muito mais para a próxima. Mas gente, uma frase de melhor efeito cairia muito bem né? Rick está se tornando uma pessoa péssima para falar a última frase da temporada, vide o “we are the walking deads” da segunda temporada. Mas enfim…

Espero que Game of ThronesTrue BloodDa Vinci’s Demons não me decepcionem neste começo de nova temporada em 2014. Já estou bem cansada desse tipo de série que te prende até o final e te entrega um fim ‘marromeno’ só para dizer que terminou. Convenhamos, meu tempo vale muito.

Compartilhe: