Com a aproximação de Mulher Maravilha 1984, as teorias seguem surgindo a todo vapor. A mais nova delas envolve Steve Trevor e uma possível explicação para seu retorno. Sua ressureição ainda não foi explicada no trailer ou pela diretora, Patty Jenkins, que apenas garantiu aos fãs que tudo fará sentido. De acordo com a nova teoria, porém, o retorno de Trevor pode trazer sérios problemas para Diana.

A teoria

Mulher Maravilha 1984 traria um assunto conhecido dos fãs da DC, ainda não abordado nos live-actions. Diana iria lidar com a Pedra dos Sonhos, que foi usada pelo Doutor Destino para criar uma invenção chamada de Materioptikon. Essa invenção permite que os sonhos sejam materializados e a Pedra usada de combustível é uma joia mística criada pelo Deus da Mentira. Qualquer um que olhe para a pedra tem apenas um único desejo concedido e seria assim que Steve Trevor retornaria dos mortos.

Apaixonada e de forma inocente, Diana usaria seu desejo de forma egoísta para trazer seu grande amor de volta. Mas há um problema. Como foi forjada pelo Deus da Mentira, a Pedra sempre gera um problema acompanhado do desejo. Um exemplo: caso alguém deseje um carro dos sonhos, acabaria sofrendo um acidente com o mesmo. E é aí que mora o problema. O desejo de Diana não é tão simples quanto um carro e trazer alguém de volta dos mortos pode ter consequências muito ruins.

Ser uma heroína é assumir o preço para fazer a coisa certa e o custo da escolha de Diana pode ser exorbitante. Ela sente falta Steve e tê-lo de volta é o desejo mais profundo de seu coração. A volta de Trevor pode gerar severos problemas e caso o mundo seja consumido pelo fogo, ela irá perdê-lo novamente. Sua única solução é destuir a Pedra dos Sonhos e ver Steve partir mais uma vez. Isso explicaria, por exemplo, o porquê de seu arco em Batman Vs Superman, no qual Diana parece ter se fechado para o mundo. Perder o amor de sua vida duas vezes parece ser um bom motivo.

Mulher-Maravilha 1984 está previsto para chegar aos cinemas em outubro deste ano.

LEIA MAIS SOBRE FILMES