A mente de Tarantino!

Quentin Jerome Tarantino é um dos grandes diretores, atores e roteiristas de cinema norte-americano. Ele alcançou a fama rapidamente no início da década de 90 por seus roteiros nada lineares e diálogos memoráveis – além do uso sem freio de violências – o que trouxe uma nova vida ao padrão de filmes dos Estados Unidos. Quem não conhece Tarantino? O cara é simplesmente o mais famoso dos jovens diretores por trás da revolução dos filmes independentes dos anos 90, tornando-se conhecido por sua verborragia, seu conhecido enciclopédico de filmes, populares e os considerados “cinema de arte”. Os filmes de Tarantino são conhecidos por seus diálogos afiados, cronologia fragmentada e sua obsessão pela cultura pop. Comumente, são vistos como graficamente violentos e, em seus filmes Cães de Aluguel, Pulp Fiction e Kill Bill, há uma enorme quantidade de sangue jorrando. Marcas fictícias como os cigarros Red Apple e a lanchonete Big Kahuna Burgers de Pulp Fiction apareceram depois em vários filmes, como Four Rooms, Um Drink no Inferno, À Prova da Morte e Kill Bill. O diretor também é conhecido por gostar de cereais matinais, que aparecem constantemente em seus filmes, com marcas como Fruit Brute em Cães de Aluguel e Pulp Fiction e Kaboom  em Kill Bill. Outra característica refere-se as cenas de diálogos em que a câmera se localiza dentro de um porta-malas de um carro. Tarantino desperta trabalhos acadêmicos sobre a mente humana, é praticamente impossível descobrir...

Vem saber mais....